UOL


Trinidad e Tobago, Homem, Mais de 65 anos, Quechua, Assamese, emai:ultramaniacs@ig.com.br


01/02/2009 a 28/02/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/12/2008 a 31/12/2008
01/11/2008 a 30/11/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005


Dê uma nota para meu blog


 Acervo de filmes para trocas
 JAPAN ACTION
 Reduto do Comodoro
 Viscera
 Pagoda Reborn
 Projeto 365
 BOL - E-mail grátis
 UOL - O melhor conteúdo
 Mochileiros.com
 O Viajante
 Necrofilmes
 Arquivo HQ
 Asian Fury
 Viver e Morrer no Cinema
 Blog do Medina
 Kinocrazy
 Mondo Paura
 Titara´s World
 Erocks
 Lolitas Sanatorium
 Bulhorgia
 Blog do Baiestorf
 Hediondo
 Cineasia
 Cave
 Blog blog blog
 Muitas Abobrinhas
 Demmentia 13
 Uebbemais
 Rabisco
 Impressões Cinéfilas
 Horror and Kung Fu
 Sonykowfax
 Bressonianas
 Universos Cinobibliomusicais
 Zatoichi
 Mad Blog
 Carlos Lira
 Os Jovens Turcos
 Grande Otelo
 Asian Virus
 Anime Comic
 Textos do Ad
 Revista Zingú
 Caminhante Noturno
 Vá e Veja
 Monsenhor
 Palace Hotel
 Boca do Inferno
 My Asian Movies
 Claquete
 Blog de Cinema
 Stravaganza
 Maquinário da Noite
 Museu do Cinema
 Hong Kong Old School
 Os Intocáveis
 Horror Express
 F World
 Setor 8
 A Arca
 Eco Social
 Nocturnia Z
 O Fanático
 Cam. Noturno Games
 Tudo Vintage ou Não
 Rolo de Filme
 Cine Terceiro Mundo
 Contatos Imediatos
 Cine Groove
 Musas
 Age of Asia






O que é isto?
BAKEMON


TROPA DE ELITE



 Escrito por Bakemon às 12h22
[ ]



Uma gororoba das boas!!!

Novidades de PLASTIC CITY, thriller de Yu Lik-Wai, que será rodado em São Paulo em breve. Segundo o diretor, vai ser algo no melhor estilo yakuza de Seijun Suzuki. E mais: "Quero reinventar e reconstruir São Paulo em um apocalíptico campo de batalha (combinando tomadas em estúdios e efeitos digitais). Tenho a idéia de mesclar as cenas de violência com um toque de surrealismo. Alucinações e elementos místicos serão fundidos com a ação e, assim, criar minha visão de atrocidade metafísica". Não entendi nada do que ele quis dizer com isso, mas tá limpo.
Infelizmente, não se falou mais nada da presença de Chiaki Kuriyama no elenco. Mas estou com os radares ligados.

E esta é a primeira sinopse em português:
"Na São Paulo atual, metrópole multi-cultural impiedosa, uma história de conflitos e paixões entre os protagonistas imigrantes asiáticos e os moradores brasileiros. Lutas e enigmas desvelados na malha urbana da grande capital e no bairro da Liberdade, num campo de batalha apocalíptico tendo como fundo o império do contrabando da rede da Yakuza e do submundo da prosituição.
Quarto filme do talentoso diretor chinês Yu Lik Wai, que conta no seu curriculum duas participações na Competição Oficial do Festival de Cannes."



 Escrito por Bakemon às 12h45
[ ]



Um filme literalmente cabeludo

Exte nada mais é do que aplique de cabelos. Exte nada mais é do que o mais recente filme de Sion Sono. EXTE é mais um puta filme! Tudo começa quando a polícia encontra um conteiner cheio de cabelos e no meio dele, o corpo de uma garota. Um tiozinho que trabalha no necrotério ganha um trocado vendendo cabelos de cadáveres a cabeleireiros. Ele se apaixona pela garota morta e a leva para casa. Misteriosamente, o cabelo dela não só não pára de crescer como ganha vida própria e e destroça todas aquelas que a usam como aplique. À primeira vista, pode parecer tosco ou besta. Mas é aí que entra o talento de Sono ao trabalhar esse exagero à sua maneira. Alguns momentos são arrepiantes e outros uma grande comédia. Por tudo isso, é um filme divertidíssimo que mostra todo talento do diretor. No fundo, é um filme mais comercial de Sono, mas bão do mesmo jeito. O filme conta ainda com a presença da Go Go Yubari, ou melhor Chiaki Kuriyama como uma estagiária de hair desginer que tenta salvar o mundo do ataque dos fios de cabelos assassinos.



 Escrito por Bakemon às 12h17
[ ]



Enquanto isso, na vizinhança...

Não é de hoje que venho dizendo que nossos hermanos estão anos-luz à frente quando o assunto é diversidade cinematográfica. Não só no consumo mas também na produção. Falo agora de mais um filme de terror argentino e um de artes marciais chileno. Isso mesmo, artes-marciais! Não que sejam sinônimos de qualidade, mas sim de atitude e de coragem ao investirem em gêneros renegados pela turminha do Gil.

DEATH KNOWS YOUR NAME (Argentina, 2005. Dir Daniel de la Vega)
Um psiquiatra encontra uma ossada em um manicômio. Ao pedir para seu pai reconstruir a face do cadáver descobre que o danado tem a cara dele! O doutor então fica intrigado e começa a investigar seu passado e descobre que deveria estar saboreando uma bela empanada e não mexer em merda. Um filme, muitas vezes, ingênuo que podia ter recebido um melhor tratamento em todos os sentidos, mas pelo orçamento baixo o cara fez um trabalho que em alguns momentos até surpreende.

KILTRO (Chile, 2006. Dir Ernesto Diaz Espinoza)
Um brutamonte é apaixonado por uma gatinha filha de um treinador de Tae-Kow Do, que por sua vez guarda um misterioso passado, por isso é perseguido por feiticeiros sedentos por vingança que dominam a arte pancadaria. O genro é recrutado por mestres-jedis-miyagi-latinos para protegê-lo do mal. Um filme que mistura fantasia e porrada. Apesar da história sem graça, o filme acerta em não exagerar nos efeitos especiais nas lutas, (é porrada seca e na lata!) mas a falta de variação e na criatividade nas coreografias cansa um pouco.



 Escrito por Bakemon às 10h46
[ ]



Acho que vai chover

Ali, deitado em frente à TV, o botão play fazia com que imagens fossem jogadas em minha direção. Hipnotizado, larguei o controle do DVD. Uma imagem escura me dava às boas vindas: INLAND EMPIRE. Deixei-me levar pela osmose alucinante de imagens de coelhos que saltavam na tela em um sinistro sitcom. Sem ação, aos poucos estava entrando num labirinto sem saída. O som era envolvente. Eles iam e voltavam como uma martelada de feltro. As luzes no fim do túnel eram, na verdade, uma entrada para outro labirinto. Não havia saída, muito menos respostas. Simples assim. Mas não estava desesperado, apenas intrigado. Estava flutuando no meio de um sonho macabro que tentava me levar à Pomona. Só que ninguem sabia como. Buscava na minha cabeça alguma luz, mas isso me deixava ainda mais confuso. De repente, três horas depois, estava de volta por onde comecei. Ainda imóvel, despertei pela estática da TV. Stop, pisquei, respirei e agradeci Mr. David Lynch por mais esta viagem. Fui dormir torcendo para que sonhasse com coelhos. Era só clicar play novamente.



 Escrito por Bakemon às 12h36
[ ]



A Hora do Rush pré-histórico

Duas décadas e meia antes de Jackie Chan e Chris Tucker aprontarem em Hollywood, uma outra dupla interracial já quebrava tudo por aqueles lados. THE DYNAMITE BROTHERS é um filme de baixíssimo orçamento e de qualidade B em todos os aspectos que, às vezes, consegue ser tão agitado quanto a Missa do Galo. Chin (Alan Tang) é um cara que chega aos EUA em busca de seu irmão para resolver um antigo probleminha familiar, mas o chefe da máfia local (o interminável James Hong) faz de tudo para despistá-lo para evitar o encontro. Chin fica no meio de brigas entre gangues e policias corruptos e recebe a ajuda de Stud (Timothy Brown) para sua missão. Não é exatamente um encontro do tipo Bruce Lee e Jim Kelly, mas não deixa de ser um curioso crossover que fica próximo de um Blax-Brucesploitaiton. O engraçado é que o filme termina de portas abertas para uma sequência ou como se fosse um piloto para uma série de TV que, claro, nunca aconteceu.

Alan Tang, que eu saiba, não fez nada de muito interessante em sua carreira. Posso citar BLOOD FIGHT onde dividiu cenas com Chen Kwan-Tai; e BRUTAL BOXER que contou com Corey Yuen e... Jackie Chan.



 Escrito por Bakemon às 12h18
[ ]



[ ver mensagens anteriores ]