UOL


Trinidad e Tobago, Homem, Mais de 65 anos, Quechua, Assamese, emai:ultramaniacs@ig.com.br


01/02/2009 a 28/02/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/12/2008 a 31/12/2008
01/11/2008 a 30/11/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005


Dê uma nota para meu blog


 Acervo de filmes para trocas
 JAPAN ACTION
 Reduto do Comodoro
 Viscera
 Pagoda Reborn
 Projeto 365
 BOL - E-mail grátis
 UOL - O melhor conteúdo
 Mochileiros.com
 O Viajante
 Necrofilmes
 Arquivo HQ
 Asian Fury
 Viver e Morrer no Cinema
 Blog do Medina
 Kinocrazy
 Mondo Paura
 Titara´s World
 Erocks
 Lolitas Sanatorium
 Bulhorgia
 Blog do Baiestorf
 Hediondo
 Cineasia
 Cave
 Blog blog blog
 Muitas Abobrinhas
 Demmentia 13
 Uebbemais
 Rabisco
 Impressões Cinéfilas
 Horror and Kung Fu
 Sonykowfax
 Bressonianas
 Universos Cinobibliomusicais
 Zatoichi
 Mad Blog
 Carlos Lira
 Os Jovens Turcos
 Grande Otelo
 Asian Virus
 Anime Comic
 Textos do Ad
 Revista Zingú
 Caminhante Noturno
 Vá e Veja
 Monsenhor
 Palace Hotel
 Boca do Inferno
 My Asian Movies
 Claquete
 Blog de Cinema
 Stravaganza
 Maquinário da Noite
 Museu do Cinema
 Hong Kong Old School
 Os Intocáveis
 Horror Express
 F World
 Setor 8
 A Arca
 Eco Social
 Nocturnia Z
 O Fanático
 Cam. Noturno Games
 Tudo Vintage ou Não
 Rolo de Filme
 Cine Terceiro Mundo
 Contatos Imediatos
 Cine Groove
 Musas
 Age of Asia






O que é isto?
BAKEMON


DEATH TRANCE

Recentemente lançado no Brasil pela Imagem, assisti com certa expectativa o primeiro filme do Yuji Shimomura, o diretor de ação do badalado VERSUS e dublê em A SOCIEDADE DA ESPADA (China Video). No elenco: Tak Sakaguchi, Yuki Takeuchi (mais um do clã dos Takeuchi) e o filho do Steven Seagal, Kentaro Seagal (pior ator que o pai — sim, isso é possível!). A história é sobre um cara (Tak) que rouba um caixão de um monastério, que caso seja aberto, espalhará o mal sobre o mundo. Então, um monge é enviado para recuperar o caixão. Ao mesmo tempo, uma lenda diz que um guerreiro sanguinário caminha pela floresta com uma criança (Lobo Solitário?) carregando um caixão, onde guarda a cabeça de seus oponentes. Assim, alguns valentões tentam desmascarar essa lenda. Esses dois lados se encontram e colocam Tak em risco. Infelizmente, o filme é uma lástima do começo ao fim; com um visual que lembra um MAD MAX de espadas com personagens bobinhos. As cenas de ação são muitas, mas editadas com cortes hiper rápidos fazendo com que as sequências dos golpes se percam totalmente nos levando a lugar nenhum. É apenas uma interminável gororoba de socos, piruetas, espadadas e gritos. Uma total perda de tempo.

 

Os Super Homens que gostaria que retornassem!

3 Fantastic Supermen (I Fantastici Tre Supermen, Itália, 1967)
3 Supermen Against The Godfather (Süpermenler, Itália, 1979)
3 Supermen In The Jungle (Fantastic Supermen And The Amazon, Itália, 1970)

3 Supermen In Santo Domingo (Tre Supermen A Santo Domingo, Itália, 1986)
3 Supermen In Tokyo (Tre Supermen A Tokio, Itália, 1967)
3 Supermen In The Orient (Crash Che Botte!, Itália, 1974)

3 Philippino Supermen (Super Wan Tu Tri, Filipinas, 1986)
3 Supermen And Mad Girl (3 Super Adam, Turquia, 1973)



 Escrito por Bakemon às 12h35
[ ]



Lindas!
Ah, essas mulheres... É sempre um prazer ver filmes com gatinhas fazendo sonzeira. LINDA LINDA LINDA é sobre quatro estudantes que montam uma banda às pressas para participar de um festival escolar. Apesar do tema um tanto batido, o diretor Nobuhiro Yamashita tenta fugir dos clichês e faz um filme que ganha pontos graças a sua simplicidade. Sem cair na tentação da comédia fácil, o filme flui com natularidade e com extrema graça, devido a genial performance das atrizes que, inclusive, aprenderam a tocar de verdade para fazer o filme. Pontos extras para a atriz sul-coreana Bae Du-na que faz o papel de uma estudante sul-coreana que mal sabe falar japonês que se junta à banda para ser a vocalista. A cena final onde elas mandam ver é show de bola e contagiante! Muito melhor que qualquer tranqueira emo ou essas bandinhas punk-posers-farofa de hoje em dia.

 

Eu quero ser Takeshi Kitano
TAKESHI´S, o mais recente filme do Kitano, é um quebra-cabeça como só ele é capaz de fazer. Em princípio, tudo pode parecer simples: um ator, fã do Kitano, sonha em ganhar o papel de um yakuza em um filme para se "transformar" no próprio Kitano. Tempos depois, o verdadeiro Kitano e esse fã se encontram e embolando o meio de campo, transformando o filme num sonho surreal, onde Kitano é o "beat"; o "beat" é Takeshi, que é Kitano, enfim, uma zona. No filme estão referências de todos os filmes do cara, desde BOILING POINT até ZATOICHI, isso sem falar na presença de boa parte do elenco desses filmes. No fim, a impressão que fica é que ele quis fazer uma restropectiva metalinguistica onde tenta entender e tirar sarro de seus personagens e consequentemente, de si próprio. Grande filme, extremanete divertido.

Vamos nessa!
Agora o negócio é sério! Chega de embaixadinhas com a bunda; bolha nos pés e arrumar a meia-calça. Por isso, convoco todos os verdadeiros sãopaulinos tri-campeões mundiais para muito pensamento positivo rumo a mais um triunfo! E nos vemos na Mansão do Morumbi hoje à noite!!!



 Escrito por Bakemon às 12h43
[ ]



EL METODO (aka O que você faria?)

Com a presença do próprio diretor argetino Marcelo Piñeyro, conferi essa bacaníssima co-produção Espanha/Argetina/Itália durante o Festival de Cinema Latino-Americano. Como ele disse, é uma "polaroid" de sete candidatos finalistas a um emprego em uma multinacional durante um misterioso processo de seleção chamado "Método Grönholm". Eles são isolados em uma sala onde recebem instruções por meio de um monitor e são submetidos à provas ridículas que muitos de vocês devem conhecer muito bem. E, no meio de muita competividade, surgem diversas dúvidas: do que se trata esse método? Estamos sendo vigiados? Há um psicólogo infiltrado entre nós? Do que se trata essa merda de prova —selecionar um líder, por exemplo? Enquanto isso, lá fora, nas ruas, rola uma manifestação anti-globalização. Quase o filme inteiro é ambientado na sala, tornando-o um tanto angustiante; o bom roteiro e a edição eficiente garantem a diversão. É como se estivesse ali, vivendo todo aquele processo infernal, respirando aquele ar vindo de um ar-condicionado contaminado por um mofo nojento no meio de pessoas narcisistas. E é exatemente isso que o filme discute: os valores empresariais e essas dinâmicas de grupo e a necessidade de um emprego desses num mundo contaminado pelo capitalismo fadado à falência moral e ética rumo a um mundo cada vez mais individualista que se funde aos podres valores corporativos. Termino dexando uma sequência que retrata bem o que digo: enquanto os candidatos se degladiam pela vaga, lá fora, ecoa o coro dos manifestantes: "O povo unido, jamais será vencido!"

 

Enquanto isso, no Cine Asia (veja link ao lado)...
Shinya Tsukamoto e sua estranha relação com a solidão.



 Escrito por Bakemon às 12h16
[ ]



Eu já desconfiava!

— São crianças se matando? - indagou um executivo da Universal.
— Sim, basicamente é isso - respondeu Roy Lee, produtor que comprou os direitos para o remake de BATTLE ROYALE.
— A Universal nunca fará esse filme!


 

MOSTRA ALTA TENSÃO - SUSPENSE E TERROR NO CINEMA CONTEMPORÂNEO
A pedido do Sérgio coloco os filmes da Mostra no Centro Cultural Banco do Brasil (SP)

Wendigo, de Larry Fessenden (EUA, 2001)
Dias 19, às 17h e 30, às 19h

A Tale of Two Sisters, de Kim Ji-Woon (Coréia do Sul, 2003)
Dias 19, às 19h; 24, às 19h e 28, às 19h

Soft for Digging, de JT Petty (EUA, 2001)
Dias 20, às 17h e 29, às 17h

Harry Veio para Ajudar, de Dominik Moll (França, 2000)
Dias 20, às 19h e 28, às 14h

Following, de Christopher Nolan (Inglaterra, 1998)
Dias 21, às 17h; 26, às 17h e 29, às 19h

The Unknown (foto acima), de Michael Hjorth (Suécia, 2002)
Dias 21, às 19h; 27, às 17h e 30, às 17h

Dealer, de Benedek Fliegaug (Hungria, 2004)
Dias 22, às 14h e 26, às 19h

Hotel, de Jessica Hausner (Áustria, 2004)
Dias 22, às 17h e 29, às 14h

Audition, de Takashi Miike (Japão, 1999)
Dias 22, às 19h e 27, às 17h

Something to Remind Me, de Christian Petzold (Alemanha, 2001)
Dias 23, às 17h; 28, às 17h e 30, às 14h

Uma dica: a sala comporta somente 70 felizardas almas, por isso, garanta seu ingresso com antecedência. Digo isso por experiência própria. E eles não vendem ingressos antecipados para outros dias, somente para as sessões do dia.



 Escrito por Bakemon às 11h53
[ ]



INVERNO QUENTE

Japão Pop
Não sei se vocês estão sabendo, mas está rolando simultaneamente nos Centros Culturais do Banco do Brasil em Sampaulo e em Brasília, o Festival Japão Pop, mostra que reúne alguns filmes japoneses contemporâneos super bacanas. Bakemon assistiu alguns e recomenda, apesar de alguns deles parecerem serem feitos para a mulherada mal-resolvida mental e sexualmente. Um dos filmes é FEMALE, composto por cinco curtas eróticos, sendo um deles TAMAMUSHI, escrito e dirigido por Shinya Tsukamoto (irreconhecível). Ele faz ainda, ao lado de Takashi Miike, uma pequena ponta em outro filme da mostra, OTAKUS IN LOVE. Mas Bakemon recomenda mesmo os soberbos BLUE SPRING, de Toshiaki Toyoda e IT´S ONLY TALK, de Ryuchi Hiroki.

Alta Tensão
Depois do Japão Pop, o local abrigará a mostra de filmes de terror ALTA TENSÃO, com produções americanas, japonesas e européias. Tudo em 35mm! Esse vai quebrar tudo!

1º Festival do Cinema Latino-Americano de São Paulo
Uma porrada de filmes e muita coisa boa no Memorial da América-Latina. Confira a programação neste endereço: www.festlatinosp.com.br



 Escrito por Bakemon às 12h57
[ ]



Muito obrigado, Europa Filmes!!!
AZUMI 2 e MEMORIES OF A MURDER em agosto nas locadoras! Eeeeebaaaa!!!!!

Wild Zero
Para todos que pediram o filme, um aviso: os DVDs foram despachados hoje, na hora do rangolino, via carta registrada. Divirtam-se! É lock´n´loll!!!



 Escrito por Bakemon às 13h42
[ ]



Para tirar o atraso...

HOSTEL ARGENTINO
Não, não é um remake dos hermanos da obra de Eli Roth. HABITACIONES PARA TURISTAS veio em 2001, já HOSTEL em 2005. Isso também não quer dizer que Roth tenha copiado o filme argentino, pois eles são bem diferentes um do outro, apesar de tratar de um tema similar. Rodado em preto e branco, Habitaciones conta a história de cinco gatinhas que vão a uma cidadezinha empoeirada para pegar um trem rumo a uma outra cidade. Elas não se conhecem, apesar de ter várias coisas em comum, a começar pelo dinheiro: todas levam exatos 1.500 pesos. Para o azar delas, mas para nossa sorte, perdem o trem e resolvem se hospedar numa pensão de dois irmãos enquanto esperam um outro trem para o dia seguinte. O que elas não esperavam — mas eu sim! — é que uma a uma são impiedosamente perseguidas por um açougueiro sedento por uma vingança divina! Sim, Deus mandou fazer coisas feias com elas! Assista e entenda o que quero dizer. E assim começa a festa! Já comentei antes, e repito: Habitaciones é mais uma obra que comprova o boom de filmes de terror que vive o cinema argentino. A visível falta qualidade técnica, é compensada pela criatividade e pelo empenho de seus realizadores. Esforço compensado pela crescente profissionalização do gênero por lá graças a visibilidade cada vez maior dessas obras. Em tempo: o filme será mais um a ganhar um remake de Hollywood e será dirigido pelo próprio diretor argentino, Adrián García Bogliano.

 

UMA BELA SURPRESA NAS LOCADORAS
PROFISSIONAIS DO CRIME (Fulltime Killer, 2001). Grande filme dirigido pelo Johnny To e Wai Ka-Fai. Tok (Andy Lau) e O (Takashi Sorimachi) são dois dos melhores matadores profissionais da Ásia. Enquanto O é um exemplo de profissional milimetricamente cuidadoso e muito respeitado no meio, Tok é um porra-louca exibicionista que quer ser o mais fudido da área e resolve colocar O na sua lista de vítimas. Se você pensou: "porra, isso me lembra aquele filme do cara do Rambo! OS ASSASSINOS!" Mas é isso mesmo! O filme brinca citando constantemente alguns filmes de ação, apenas para fazer graça mas sem perder o pique. Para piorar as coisas, a Interpol também entra no caso. Mas como se diz por aí: "em briga de vizinhas não se mete o dedo". Começa então uma caçada que inclui um prêmio de consolo para o vencedor: o coração de uma gata. Mas se você acha que esse amor tem o poder de estragar qualquer profisionalismo entre os matadores como em outros milhares de filmes, esqueça. O negócio aqui é um matar ao outro, e nisso, Johnny To não arreda o pé! O filme peca somente na edição, às vezes confusa; e em alguns buracos no roteiro, coisa de filme com dois diretores. Mas de resto é uma beleza só. Vale uma conferida!

 

RIP FABIÁN BIELINSKY
Valeu, cabrón! Detalhe: morreu aqui no Brasil...



 Escrito por Bakemon às 16h07
[ ]



[ ver mensagens anteriores ]