UOL


Trinidad e Tobago, Homem, Mais de 65 anos, Quechua, Assamese, emai:ultramaniacs@ig.com.br


01/02/2009 a 28/02/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/12/2008 a 31/12/2008
01/11/2008 a 30/11/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005


Dê uma nota para meu blog


 Acervo de filmes para trocas
 JAPAN ACTION
 Reduto do Comodoro
 Viscera
 Pagoda Reborn
 Projeto 365
 BOL - E-mail grátis
 UOL - O melhor conteúdo
 Mochileiros.com
 O Viajante
 Necrofilmes
 Arquivo HQ
 Asian Fury
 Viver e Morrer no Cinema
 Blog do Medina
 Kinocrazy
 Mondo Paura
 Titara´s World
 Erocks
 Lolitas Sanatorium
 Bulhorgia
 Blog do Baiestorf
 Hediondo
 Cineasia
 Cave
 Blog blog blog
 Muitas Abobrinhas
 Demmentia 13
 Uebbemais
 Rabisco
 Impressões Cinéfilas
 Horror and Kung Fu
 Sonykowfax
 Bressonianas
 Universos Cinobibliomusicais
 Zatoichi
 Mad Blog
 Carlos Lira
 Os Jovens Turcos
 Grande Otelo
 Asian Virus
 Anime Comic
 Textos do Ad
 Revista Zingú
 Caminhante Noturno
 Vá e Veja
 Monsenhor
 Palace Hotel
 Boca do Inferno
 My Asian Movies
 Claquete
 Blog de Cinema
 Stravaganza
 Maquinário da Noite
 Museu do Cinema
 Hong Kong Old School
 Os Intocáveis
 Horror Express
 F World
 Setor 8
 A Arca
 Eco Social
 Nocturnia Z
 O Fanático
 Cam. Noturno Games
 Tudo Vintage ou Não
 Rolo de Filme
 Cine Terceiro Mundo
 Contatos Imediatos
 Cine Groove
 Musas
 Age of Asia






O que é isto?
BAKEMON


Mélinton Eusébio e o Jarjacha

Como prometido, aqui vai um pequeno bate-papo com o doidão Mélinton Eusébio, diretor do JARJACHA. Só para relembrar, o filme mostra três estudantes que vão a um vilarejo empoeirado no meio dos Andes que se vêem diante da lenda do Jarjacha, ser sanguinário que nasce quando relações incestuosas são praticadas. Só mais um toque: Jarjacha é o nome do bicho, mas fala-se "qarqacha", que é som que as lhamas emitem, pois muitos garantem que o danado são, na verdade, lhamas sanguinárias!

Como surgiu a oportunidade de filmar Jarjacha?
JARJACHA, EL DEMONIO DEL INCESTO é um produto que cria bases para o terror, um novo gênero no Peru, porque na nossa história não há antecedentes nesse gênero. Além disso, a lenda do Jarjacha é muito difundida nas áreas montanhosas peruanas e isso nos pareceu um assunto digno de ser filmado.

Em quanto tempo foi rodado?
As filmagens foram feitas em 24 dias, e a produção completa 1 ano.

E como foi trabalhar com os camponeses?
Foi muito bacana, pois muitos deles atuaram de maneira bem espontânea. E ainda usaram seu próprio vestuário e fornecerem alojamento para a equipe de filmagem.

E como foi a recepção? É verdade que o filme ficou 10 semanas em cartaz nos cinemas de Ayacucho?
Foi incrível, um sucesso de bilheteria regional! Chegando a 1.200 espectadores por seção nos primeiros dias. Esse sucesso permitiu que o filme fosse exibido em outras cidades do interior, como Abancay, Cusco, Huancayo etc, onde o sucesso de bilheteria se repetiu.

Você assistiu PISTACHO e QARQACHA 2? Qual a sua opinião?
Depois do sucesso de Jarjacha, muitos viram que o cinema é um negócio muito rentável e se aventuraram em produzir filmes como Pistacho e outras versões de Qarqacha, mas não obteram uma resposta positiva por parte da população.

Você acha que um tema regional como Jarjacha pode dar mais medo que personagens mundialmente conhecidos como zumbis, vampiros, lobisomens etc?
Com certeza! Estamos convencidos que o Jarjacha pode competir facilmente com os seres demoníacos de Hollywood, por que tem todos os elementos para tal. Ainda mais uma lenda como essa que aborda o incesto, um tema muito polêmico até hoje.

Fiquei sabendo que existe uma versão sem cortes. (Nota: o filme nunca foi lançado oficialmente, o que existe é uma versão pirateada)
Sim, a versão original tem 95 minutos e acho que a versão pirata que está circulando tem 82 minutos...

Que partes foram cortadas?
Cortaram os créditos, algumas sequências e, principalmente, o final. Na versão original, as pessoas cortam as pernas do Jarjacha para assegurar que ele não volte a fazer vítimas. Há uma parte também onde os dois estudantes sobreviventes (também primos) mantém uma relação incestuosa.

No filme, esses estudantes chegam a um pobre vilarejo e encontram camponeses trabalhadores e outros nem tanto. Essa visão socioconômica foi intencional?
Sim, em todo povoado se encontra gente muito trabalhadora e outros mais preguiçosas e seus respectivos personagens teriam que ser representados como tal.

Fale um pouco de seu novo filme ALMAS VIVIENTES
A verdade é que o título foi mudado para ALMAS EN PENA. E é outro filme que está repetindo o sucesso de Jarjacha. Já estreou em Ayacucho, Abancay, Huancayo etc com mais de 40 mil espectadores até o momento.

Quais são seus filmes e diretores de terror preferidos?
Um filme que me dá medo até hoje é O EXORCISTA e meu diretor de terror preferido é o Dario Argento.

Muito obrigado!
Aproveito para cumprimentá-lo e agradecê-lo por divulgar Jarjacha!



 Escrito por Bakemon às 13h58
[ ]



SHINOBI: A BATALHA

Primeiro, foi o Takeo (Asin Fury), que revelou o lançamento desse filme por aqui antes mesmo do Japão. Depois foi o Celsão que ligou: "Adivinha o que achei na locadora? Do caralho!". Depois dessa, fui à locadora e aluguei o filme. E posso dizer que é bem bacana e que superou minhas expectativas. Sinceramente, não dei muita bola para esse filme quando soube de seu tema batido: o amor entre dois membros de tribos rivais de ninjas. Mas sem crise. O filme não é tão clichê assim, até por que coisas inesperadas acontecem; o pau corre solto e é bem enxuto (90 min) sem muito lenga-lenga. Excelentes coreografias e efeitos especiais completam o time. Como disse, o filme é sobre duas tribos rivais de ninjas que são obrigadas pelo Shogun a se enfrentarem depois que o tratado de paz é revogado; para isso, são escolhidos 5 guerreiros de cada lado que lutam até a morte. A merda é que os líderes desse grupo mantém uma paixão sereta. O que fazer? Meio Romeu e Julieta? Sim, meio Romeo e Julieta, mas a outra metade é bem recompensadora.


A PROPOSTA DE NICK CAVE



Aproveitei a ida à locadora para fuçar e, para minha surpesa, achei "A PROPOSTA" escrita pelo poeta mais deprê do universo, Nick Cave e dirigido por John Hillcoat. Peguei na hora para ver o que esse cara tinha aprontado na tela grande. Quem conhece o Nick sabe que o cara é esqusitão e que sua música é difícil de se digerir, por isso, o filme não poderia ser diferente. Na época "western" da Austrália, um xerife captura dois irmãos estupradores e faz um acordo com um deles: matar o outro irmão mais velho que continuava foragido, assim, soltaria seu irmão mais novo. Apesar da simplicidade do tema, o filme é maravilhosamente estranho. É tudo tão linear, mesmo as partes onde qualquer diretor colocaria doses cavalares de tensão ou de dramaticidade, acontece de forma tranquila. É como se estivessemos ouvindo uma música sem refrão, sem solo etc. Seus personagens são deprês, sem vida e que aceitam esse destino melancólico sem se revoltar. Outro show é a química extraordinária entre a fotografia que mistura o visual desértico da Austrália com uma trilha sonora viajante. Enfim, típico filme 8 ou 80. Bakemon gostou! "Just remember that the death is not the End..."



 Escrito por Bakemon às 13h50
[ ]






FUDOH: THE NEXT GENERATION - Dir. Takashi Miike (1996)
Foi difícil escolher uma cena desse filme, pois Fudoh é maravilhoso do começo ao fim. Essa cena se dá num corredor de um colégio onde estuda o tal Fudoh (de preto). Ele tem essas duas gatinhas como guarda-costas. Um dia, ele recebe a visita de um cara gigantesco que quer acertas algumas contas. Fudoh não dá bola e vai embora. Uma das garotas encara o gigante com sua arma mortal: um dardo que dispara por meio de sua vulva assassinalis. Então, rapidamente assume posição de ataque, abre o zíper e manda bala! Mas o cara é rápido e consegue interceptá-lo com a mão. Um sangue melado e nojento escorre no dardo — e não é da mão dele... O cara cheira e diz:
— Que garota!
— Desculpe — diz a garota.
— Começou meu período (de menstruação) — complementa.



 Escrito por Bakemon às 13h00
[ ]



OS SEGREDOS DE EDO MOUNTAIN

Em tempos onde um filme sobre gays é destaque no cinema, lembrei de outro que assisti no final do ano passado: YAJI AND KITA: THE MIDNIGHT PILGRIMS. Trata-se de um remake de um filme homônimo de 1958 e ao mesmo tempo uma adaptação de um mangá. O filme é um road-movie sobre Yaji e Kita, dois camponeses gays da época dos samurais que saem da antiga Edo rumo a um templo em Ise para dar um tempo nas vidas patéticas que levam a bordo de uma poderosa Harley Davison (!!!). E em suas paradas enfrentam situações inusitadas que desafiam a lógica e também a relação entre os dois. Para piorar, Kita é viciado em drogas e sofre constantemente dos "feedbacks". Toda essa lisergia é traduzida na tela em situações absurdas, bizarras e surreais, que piora quando Kita encontra cogumelos alucinógenos que brotam no corpo de um cadáver. Uma mistura de EASY RIDER com ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS. Não sei quanto ao filme do Ang Lee — não vi e nem pretendo —, mas esse assisti e curti numa boa, pois o filme não pega pesado no tema e até por que é uma comédia satirizada e não um drama.

HOSTEL
Depois de muita falação, finalmente assisti HOSTEL, do Eli Roth (CABANA DO INFERNO), novo afilhado do Quentin Tarantino. Falaram que o filme seria isso e aquilo, o que gerou uma grande expectativa em mim... A conclusão é que é um filme bacana para se assistir em casa (no cinema não sei se valeria a pena). Acho até que o filme poderia ter rendido muito mais. É tudo muito óbvio, mas até aí, tudo bem; o problema é que tem muita enrolação nos 30 minutos iniciais, onde muita coisa poderia ter sido cortada, achei ainda que se poderia explorar um pouco mais o tal lugar e seus macabros personagens, e por que não, as mortes? Mas o resultado final é satisfatório e valeu a espiada, sei que estou sendo exigente, principalmente pela expectativa que esse filme gerou... O filme é sobre uns caras que acabam parando numa cidadezinha no fim do mundo (Eslováquia) onde esperar encontrar muito sexo, drogas e rock´n´roll. Mas nesse mesmo local há um estranho hotel onde hóspedes nojentos e retardados satisfazem seus desejos mais obscuros. Tipo "Ilha da Fantasia" from hell, a diferença é que aqui, o cara põe a mão na massa mesmo! Bakemon notou algumas referências-pílulas que Roth faz de alguns filmes. Listo algumas (não entrarei em detalhes para não spoilar o comentário):
- Who Can Kill a Child?: um bando de crianças delinquentes roubam e violentam os turistas
- SUICIDE CIRCLE: Uma garota japonesa se atira nos trilhos em uma estação do trem
- AUDITION: cenas das mutilações (P.S. Takashi Miike faz uma ponta no filme)
- DRILLER KILLER: idem
- O MASSACRE DA SERRA ELÉTRICA: idem
Se alguem reparou em mais algum, avise-me. Ah, a trilha sonora é bacaníssima!!!! Preciso pesquisar mais sobre ele.

CURTA DE ALEX DE LA IGLESIA
Não tenho paciência para baixar coisas pela net, mas Bakemon faz algumas exceções. Acabo de baixar o curta "El Código" do destruidor magnífico Alex de la Iglesia onde ele apresenta uma entrevista exclusiva com Leonardo Da Vinci e tenta decifrar os segredos de suas obras. Aproveite e descubra que foi o verdadeiro inventor do Playstation 2! Clique aqui e mande ver!



 Escrito por Bakemon às 12h50
[ ]



Duas séries e um filme...

Não, Bakemon não foi abduzido. Apenas fiquei um tempo sem internet pessoal, por isso esse sumiço. E também não tenho assistido a muitos filmes. Concentrei meus esforços na maratona de duas séries: LOST (segunda temporada) e RING THE FINAL CHAPTER, a série de TV da famosa cinessérie. Sobre Lost, assisti 11 episódios da segunda temporada de uma tacada só (valeu, Ronaldo-san!). Alguns personagens morrem, vários outros aparecem, mais mistérios, algumas coincidências, mas nenhuma resposta ainda... Vamos esperar. Tô gostando! Me disseram que a Globu tá passando a primeira temporada... Já Ring é até interessante, não tem muitos sustos, a série usa o desespero do protagonista na tentativa de encontrar a "cura" como maior atração. Diferente dos filmes, o cidadão morre em 13 dias após ver o vídeo amaldiçoado (se fosse uma novela, provavelmente seriam 200 dias). O tal infeliz é o Senpei, um cético repórter que vai investigar estranhas mortes e se depara com o video macaaaaaabro... Buuuuuuu...... Além disso, há outras mini-tramas paralelas para encher linguiça. O encontro de tudo isso, às vezes faz a série parecer uma verdadeira gororoba... Alguns problemas como furos crassos no roteiro, alguns exageros e a má escolha dos atores são bem aparentes, mas com paciência e persistência até que deu para assistir, principalmente quando se quer saber o final... Como pano de fundo, a série levanta a questão da relação entre pai e filho e no orgulho pessoal em não acreditar em coisas do outro mundo e não confiar em outras pessoas...

O único filme que vi nos cinemas foi o BOA NOITE E BOA SORTE. Grande filme! Não entrarei em detalhes políticos ou históricos, só posso dizer que a câmera do George Clooney é inquieta e bem afiada. Mas o que me impressionou mesmo foi a atuação do David Strathairm, que faz o papel do repórter-apresentador: texto e atuações arrepiantes! Um verdadeiro tapa na orelha! Quem me dera ter algum jornalista com tal desempenho na mídia atual, enquanto isso vamos continuar assistindo coisas como Jornal Nacional e seus filhotes... As CPIs vão muito bem, obrigado.



 Escrito por Bakemon às 12h08
[ ]



Mais um terror peruano

Ontem Bakemon recebeu um email do Mélinton Eusebio, diretor do terror peruano QARQACHA falando de seu novo filme ALMAS EN PENA que está batendo todos os recordes de público em Ayachucho (departamento — equivalente a estado — peruano). Confiram o cartaz de mais essa maravilha! Resumindo o filme: um motorista dá carona a uma estranha mulher, então sucede-se estranhos acontecimentos que o faz pensar se ele está no mundo da realidade ou da fantasia (vivo ou morto)... Oba! Bakemon não vê a hora de assisti-lo! Em breve, estarei postando aqui um bate-papo que fiz com ele — gente finíssima!

Coisa ruim?
Depois de I´LL SEE YOU IN MY DREAMS, Portugal nos apresenta mais um filme de terror: COISA RUIM. Sim, esse é o título! Pelo teaser que está na net parece uma coisa muito boa!!! Segundo a sinopse, o filme "não pretende ser um filme para provocar sustos, mas para abrir os olhos ao medo". Confiram em www.coisaruim.com

Takashi Miike aprontando na TV...

Bom, como faz tempo que não pintam coisas novas do Takashi Miike, resolvi conferir dois episódios da série de TV Ultraman Max dirigidos pelo cara. E posso dizer que ele mandou muito bem! Um deles é um dos episódios mais deprês da série, enquanto outro usa e abusa do lado cômico. Mas nos dois casos, o cara homenageia as antigas séries que assistia quando moleque com inúmeras citações visuais. Outros diretores famosos já dirigiram alguns episódios da série, como Shusuke Kaneto (AZUMI 2, GAMERA HEISEI) e Akio Jissoji (Rampo Jigoku). Só falta Shinya Tsukamoto, outro fã confesso de filmes de monstros... Só uma última curiosidade, o monstro da esquerda chama-se Mike (lê-se "mique" mesmo...)

Ainda nesse mesmo gênero, Bakemon também gostou do que viu na série GARO, que também está sendo exibida pela TV japonesa. A série é bem violenta e lembra muito os filmes do Ryuhei Kitamura. Seres perturbados de outras dimensões chegam para destruir os humanos. Para enfrentá-los, é designado um guerreiro (com espada, claro) que, quando necessário, aciona uma super armadura. Muita pirueta, karatê e efeitos especiais de primeira garantem a diversão!



 Escrito por Bakemon às 12h15
[ ]



[ ver mensagens anteriores ]