UOL


Trinidad e Tobago, Homem, Mais de 65 anos, Quechua, Assamese, emai:ultramaniacs@ig.com.br


01/02/2009 a 28/02/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/12/2008 a 31/12/2008
01/11/2008 a 30/11/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005


Dê uma nota para meu blog


 Acervo de filmes para trocas
 JAPAN ACTION
 Reduto do Comodoro
 Viscera
 Pagoda Reborn
 Projeto 365
 BOL - E-mail grátis
 UOL - O melhor conteúdo
 Mochileiros.com
 O Viajante
 Necrofilmes
 Arquivo HQ
 Asian Fury
 Viver e Morrer no Cinema
 Blog do Medina
 Kinocrazy
 Mondo Paura
 Titara´s World
 Erocks
 Lolitas Sanatorium
 Bulhorgia
 Blog do Baiestorf
 Hediondo
 Cineasia
 Cave
 Blog blog blog
 Muitas Abobrinhas
 Demmentia 13
 Uebbemais
 Rabisco
 Impressões Cinéfilas
 Horror and Kung Fu
 Sonykowfax
 Bressonianas
 Universos Cinobibliomusicais
 Zatoichi
 Mad Blog
 Carlos Lira
 Os Jovens Turcos
 Grande Otelo
 Asian Virus
 Anime Comic
 Textos do Ad
 Revista Zingú
 Caminhante Noturno
 Vá e Veja
 Monsenhor
 Palace Hotel
 Boca do Inferno
 My Asian Movies
 Claquete
 Blog de Cinema
 Stravaganza
 Maquinário da Noite
 Museu do Cinema
 Hong Kong Old School
 Os Intocáveis
 Horror Express
 F World
 Setor 8
 A Arca
 Eco Social
 Nocturnia Z
 O Fanático
 Cam. Noturno Games
 Tudo Vintage ou Não
 Rolo de Filme
 Cine Terceiro Mundo
 Contatos Imediatos
 Cine Groove
 Musas
 Age of Asia






O que é isto?
BAKEMON


3 filminhos comentados

Gravar filmes argentinos, espanhóis, mexicanos, chilenos etc etc na TV por assinatura. Essa foi a missão passada ao camarada Paulo Shaw. E o cara, com grande eficiência, vêm cumprindo essa missão e me presenteando com excelentes filmes. Comentarei alguns. Vamos lá! Valeu, cabron! Do carajo!

CLEOPATRA (Arg, Esp 2003) - Dir Eduardo Mignona.
Bakemon adora esses filmes com o espírito tipo "foda-se tudo e vamos em frente!". E esse é o grande lance altamente inspirador desse filme. Até ouso compará-lo com THELMA & LOUISE. O filme é sobre duas mulheres de certa forma distintas que compartilham uma experiência em comum: a descoberta da vida. As duas são: a tiazona Cleopatra (Norma Alejandro) e a maravilhosa gatíssima-tipo-novela-mexicana, Sandra (Natalia Oreiro). A primeira é uma senhora que não faz nada da vida a não ser cuidar do marido que vive bundando e reclamando da vida de desempregado. A segunda é uma estrela de TV que vive sob os flashs. Meio que acidentalmente, as duas se encontram e tornam-se grandes amigas. Inspiradas e de saco cheio de tudo, as duas resolvem mandar tudo para PQP e cair na estrada para o que der e vier, deixando de lado seus cotidianos patéticos. Filme leve, bem humorado e com grandes atuações das duas atrizes maravilhosas (cada uma com suas qualidades!)

EL JUEGO DE ARCIBEL (Arg, Esp, Mex, Chile, Cuba 2003) - Dir Alberto Lecchi
1967. A ditadura militar reprime impiedosamente jornalistas que fazem matérias consideradas subversivas. Nesse ambiente, o jornalista Arcibel (Dario Grandinetti) publica a reportagem de um simples jogo de xadrez que os militares consideram uma afronta ao mandatário General Abalorio. Imediatamente, Arcibel é preso e encarcerado numa prisão para prisioneiros políticos. De que país estou falando? Brasil, Argentina, Chile, Uruguai? Nenhum desses ou provavelmente de todos, simbolicamente batizado de Miranda no filme. Na prisão, Arcibel inventa um jogo (tipo War) com estratégias militares. Arcibel ensina o jogo a um jovem prisioneiro que escapa da prisão. Tempo depois, Arcibel recebe a visita de um alto comandante que explica que Miranda está sofrendo ataques com manobras coincidentemente muito parecidos com o tal jogo. Enquanto Arcibel tenta explicar que isso é apenas uma coincidência, o outro acusa-o de ser o mentor dessa revolta e obriga-o a ensinar o jogo. Grande filme, instigante e curioso.

VALENTIN (Arg, Esp 2002) - Dir Alejandro Agresti
Valentin é um garoto que vive com a avó e sonha um dia ser astronauta. Sua mãe o deixou e seu pai o vê raramente. Ele sonha novamente em viver em uma família como "outra qualquer". Por isso, procura a felicidade nas pequenas coisas que a vida oferece. No meio disso, faz de tudo para que o atual namoro de seu pai dê certo. Narrado na primeira pessoa, o filme mostra as muitas idas e vindas do garoto. Às vezes lembra um Woody Allen infantil - sutil e irônico, e outras vezes, meio metido. Mas tudo bem. Dá para encarar. No elenco Rodrigo Noya (Valentin), Carlos Maura (avó de Valentin) e a gatíssima Julieta Cardinali (namorada do pai). Em tempo: este filme está sendo lançado no Brasil.



 Escrito por Bakemon às 12h34
[ ]



Bakemon recomenda!

Saiu pela Opera Graphica 4 volumes do Tijuana Bibles (publicados nos EUA entre as décadas de 30 e 50), batizado por aqui como "Quadrinhos Sujos". São HQs picantes com personagens famosos que... Bom, acho que não preciso entrar em detalhes, certo? É só ver as imagens! Tem Disney, Popeye, Flash Gordon, Betty Boop etc etc...



 Escrito por Bakemon às 11h13
[ ]



RIP

Merda... Lá se foi nosso eterno mestre Miyagi Sensei, Pat Morita... Ontem, aos 73 anos...



 Escrito por Bakemon às 15h43
[ ]



O ANJO EXTERMINADOR VS LEMMING: INSTINTO ANIMAL

Outro dia, tava comentando o filme francês LEMMING, quando o camarada Heráclito perguntou se havia nele, alguma influência do filme O ANJO EXTERMINADOR (1962), do Luis Buñel. E esses dias tava fuçando umas coisas em casa e, por coincidência, descobri que tinha o DVD. Bom, o filme de Buñel é sobre um casal de milionários que convidam um monte de barrigudos e dondocas cheios da grana para um jantar após um baile. Após o jantar, todos os convidados e os anfitriões, misteriosamente, não conseguem deixar a sala de estar. Nenhum deles consegue, ir ao banheiro, para a cozinha e, muito menos, ir embora!!! A medida que as horas vão se transformando em dias, que se transformam em semanas, toda a pose deles vai ruindo, e, proporcionalmente, o desespero aumenta. Mais intrigante é saber que a casa vira atração turística na região e que ninguém, nem a polícia e nem os bombeiros, conseguem entrar na mansão para salvá-los! É uma desgraceira surreal maravilhosa!

Agora a minha opinião: não acho que O ANJO EXTERMINADOR tenha influência direta com LEMMING, mas indiretamente sim. Primeiro por que Buñel influenciou meio mundo. E, segundo, pela coincidência. Os dois tratam da verdadeira face humana que se revela quando cai a máscara diante de situações absurdas e de desespero. E, claro, os dois são viagens surreais, misteriosas e absurdas ao extremo.

Bakemon recomenda!
Um dos últimos rockers de verdade em atividade num showzaço!!! Bad to the Bone! Lançado por aqui via Showtime com legendas (letras) em inglês e português.



 Escrito por Bakemon às 11h35
[ ]



Longinus

Ryuhei Kitamura. Considero esse cara é um mistério. Depois ganhar fama com o agitado VERSUS, o cara não parou e investiu pesado nos filmes de ação movidos a espadas e muitas piruetas. Muita gente o considera um gênio, mas sinceramente isso é um exgero para mim. SKY HIGH, ARAGAMI, AZUMI são bons filmes, mas nada que possa ser considerado uma maravilha. E, depois de jogar o Godzilla na lama em THE FINAL WARS, ele volta com um média metragem com a temática espada-futuro-seres estranhos que vem consagrando-o. Falo de LONGINUS. Vejamos... Num futuro não muito distante, um grupo de soldados protege um caixa contendo a espada Longinus, que segundo escrituras antigas, foi a espada que deu o golpe final em Cristo. A base onde estão os soldados é invadida por um homem misterioso que vem atrás da espada. Segundo ele, Longinus é a única arma capaz de dar fim a uma orda de vampiros que vem assombrando a região. Acreditar nele ou continuar sofrendo com os ataques dos vampiros? Kitamura é bom mesmo ou é só marketing? Eis as questões...

Sobre alguns trailers que vi esses dias
SUPERMAN RETURNS
- um teaser que mostra pouco, mas deu para ver algumas tomadas bem bacanas. Mas confesso que ainda não me acostumei com esse "Homem da Máfia" vestido de Super Homem.
PULSE - É triste, mas o trailer do remake americano do cabuloso filme de Kiyoshi Kurosawa explicou tudo em um pouco mais de 1 minuto o que o filme original não fez em duas horas. Me faz lembrar a frase do célebre filósofo corinthiano pós-socrático Mirandinha: "Ou corro, ou penso!". Nesse caso: "Ou assito o filme, ou penso!". Foguete...
KING KONG - Vixi! Esse parece que vai quebrar tudo mesmo! Jack Black manda muito bem como sempre! King Kong está brabo como deve ser! E a atração principal do filme, Naomi Watts, está... Digamos... Arrasadora...



 Escrito por Bakemon às 10h14
[ ]



Marcas da Violência

Não que o filme seja ruim. Pelo contrario, é um baita filme! Mas não vejo muito de Cronenberg nesse filme. Ou pelo menos ele está menos explícito ou não consegui enxergar. A capacidade do Crong em transformar um ser humano da maneira mais bizarra possível fica restrito a elementos psicológicos presentes em qualquer um de nós, como faz magistralmente David Lynch ou Kiyoshi Kurosawa. O grande barato do filme é ver como as pessoas vão se tranformando ou se adaptando diantes das circustâncias. Em Marcas da Violência, um chefe de família, pacato morador de uma cidadezinha, cuida de seu restaurante e de sua família de maneira exemplar, seguindo fielmente o manual do American Way of Life até o dia em que dois gangsters adentram em seu estabelecimento causando transtornos. Inesperadamente, o santo baixa no cara, que os domina e, sem seguida, os mata. Imediatamente, transforma-se no herói da cidade. Essa fama toda atrai um novo grupo de gangsters que tenta resgatar um passado obscuro no novo herói. Essa busca começa a atormentar o cara, criando rusgas em seu presente, colocando em cheque toda a tranquilidade. Cronenberg assim, expõe não só o tormento piscológico do cara, mas também de toda uma família refém dessa situação, a esposa, o filho etc. Todos, de alguma maneira, se transformam. Belo filme que merece uma conferida.

Mudando um pouco de assunto...
Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiim!!!!! Bakemon também é turismo e cultura! Quem me conhece sabe que adoro a cultura andina; por isso, aqui vai uma dica de rolê interessante para quem vive ou estiver de passagem por Sampaulo. Todo domingo, rola uma feirinha dos imigrantes bolivianos com muito artesanato, som andino, e muito rango interessante. Ao cheiro de frango frito no ar, as diversas barracas vendem deliciosas e quentinhas empanadas e salteñas, além de pães típicos (excelentes!!!), o famoso milho branco com seus gigantescos grãos, batatas esquisitas, grãos dos mais diversos tipos e guloseimas como doces, sucos e gelatinas artificiais de sabores típicos, além do clássico refrigerante peruano Inka Kola. Não sei o endereço exato, mas a feirinha rola atrás do estádio do Canindé, no Brás. Sem erro. Pode ir sem medo, pois os bolivianos são meio recatados, mas são gente fina.



 Escrito por Bakemon às 11h10
[ ]



Zumbis que falam português, e não é dublagem!

De Portugal vem mais um exemplar da nova onda de filmes de zumbis que vêm assombrando novamente os cinemas de todo o mundo. Isso mesmo! I´LL SEE YOU IN MY DREAMS. E, sem exageros, esse filme português é umas das melhores produções sobre os mortos-vivos nojentos dessa recente leva. O único problema desse filme é sua duração: apenas 20 minutos. A história é simples: Lucio, um destemido caçador de zumbis e seus colegas, Dario e George (reconhecem esses nomes?) se escondem em uma taberna no meio da floresta. Em meio a uma escapada, Lucio e sua amante, Nancy, se vêem no meio de um ataque de zumbis liderados pela esposa de Lucio, transformada em uma zumbi faz algum tempo. É um verdadeiro revanche conjugal!!! Não há muito gore, mas os zumbis estão ótimos, com uma excelente maquiagem e muito bom humor. Muito bem filmado, a produção é profissa e garante 20 minutos de divertimento puro! Enfim, altamente recomendável.



 Escrito por Bakemon às 10h34
[ ]



Doenças modernas

Gripe do frango, gripe do carrapato, vaca louca, febre aftosa, epidemia de mensalões... A humanidade vive seus dias derradeiros e o planeta está sendo dominado por bactérias e vírus microscópicos ou engravatados. Mas enquanto o fim do mundo não chega, é hora de rir da própria desgraça como fazem os tailandeses. SARS WARS é sobre o tal SARS, mais conhecido na Rede Globo como gripe asiática, que assolou o continente anos atrás. No filme, uma variação do vírus sofre uma mutação e transforma todos os infectados em terríveis zumbis carniceiros. Os doentes são isolados dentro de um prédio e assim, começa a carnificina (leia-se limpeza). O filme, apesar do tema, é uma comédia repleta de humor negro e muitas piadas batidas e, muitas vezes, sem graça. O que compensa são os zumbis que estão legais, apesar de tudo. O resto é... Bem, o resto é um filme de zumbis...

Fim da maratona da Mostra, mas os filmes continuam...
JOGOS MORTAIS 2 - achei o primeiro filme bem legal com um final do jeito que gosto: inesperado e grandioso. O problema desse segundo é que ele ficou refém dessa fórmula e a repete de uma maneira forçada demais. Além disso, as mortes estão menos elaboradas e mais manjadas.
PLANO DE VÔO - a maravilhosa Jodie Foster mantém a sua cara de assustada que usou em QUARTO DO PÂNICO quando sua filha desaparece em pleno vôo. Enquanto esse mistério rola, o filme funciona bem ganhando ares até sobrenaturais. Já o desfecho é igual a muitos outros filmes. Mas vale uma conferida, principalmente pelas aeromoças!!!!



 Escrito por Bakemon às 09h25
[ ]



Bakemon na Mostra: Traficante (Hungria, 2003)

A saideira da Mostra foi com este filme húngaro que mostra um dia na vida de um traficante de drogas. História praticamente não existe. O que vale curtir é o clima soturno e sombrio (quase como um filme de terror). O diretor Benedek Fliegauf assume o comando com uma filmagem lenta ao extremo. A câmera parece flutuar ao lado dos personagens. Enfim, um filme que vale pelo visual, pois o resto não é novidade.

E depois de duas semanas de correria, acabou-se... Por diversas razões, não vi tudo que queria (não perdoarei por ter perdido "Batalha no Céu" e "El Aura", por exemplo, mas valeu mais essa viagem. Deixo a lista de preferência dos filmes que assisti:
1 - Humilhação
2 - 2046
3 - Cama Adentro
4 - Dumplings
5 - Atores do Teatro Queimado
6 - Flemming, Instinto Animal
7 - Traficante
8 - Sonhos de Cristal
9 - Abong, Pequeno Lar
10 - Be Movies - Programa 1
11 - Zerofilia
12 - Incautos
13 - Brothers



 Escrito por Bakemon às 11h31
[ ]



Bakemon na Mostra – Abong – Pequeno Lar (Japão, Filipinas 2003)
Filme sobre os Igorot, descendentes de japoneses que vivem nas montanhas remotas das Filipinas. Tecnicamente, o filme é fraco, mas o esforço de mais de 6 anos de filmagem e a honestidade dos envolvidos compensam isso. O mais legal é que o próprio diretor, Koji Imaizumi, estava lá na seção, onde explicou que os igorot estão há mais de cem anos nas Filipinas e que foram se isolando cada vez mais em decorrência das diversas guerras e da discriminação dos filipinos. E o objetivo desse filme é exatamente dar visibilidade aos problemas enfrentados por esse povo.

Absoluto (Suíça, 2004)
Dois hackers terroristas pretendem sabotar um banco às vésperas de um encontro internacional, mas no dia "d" um deles sofre um acidente e entra em coma. Ao despertar, tenta recuperar a memória e descobrir o que aconteceu naquele dia; ao mesmo tempo, sente-se perseguido por agentes do banco. É um thriller bacaninha que não apela para a correria desenfreada, usando o mistério como peça principal. O que estraga o filme é um adentro do diretor: após o final, ele entrevista uma das atrizes do filme e pergunta como ela daria prosseguimento ao desfecho apresentado. Desnecessário...



 Escrito por Bakemon às 09h45
[ ]



Bakemon na Mostra – Humilhação (Japão, 2005)

Puta que pariu! Ontem levei um direto no estômago como há tempos não levava. Deixe me explicar. Há um tempo atrás, fiquei estarrecido ao saber que o governo japonês cobrou dos cidadãos japoneses, vítimas de seqüestro no Iraque, todas as despesas com as negociações para a libertação. Só que a coisa é bem pior do que pensei; e esse filme é exatamente sobre isso. Essas pessoas, ao voltarem ao Japão, sofrem de um grande desprezo e discriminação por parte da sociedade. É difícil para mim, descendente de japoneses e que vive num país menos patriarcal, aceitar esse tipo de coisa. Os caras são xingados, rejeitados e humilhados na cara dura! Trata-se de um filmaço destruidor que me deixou pasmo! Sai do cinema totalmente deprê e chocado. Foda... Minutos depois, tava no meio do trânsito totalmente parado; ligo o rádio e só sintonizava música bunda, mas não me importei; no meio desse inferno habitual, me senti vivo novamente.

 

Cama Adentro (Argentina, Espanha 2003)

Mais um espetacular espécime do cinema argentino atual. Beba é um tia perua acostumada as suas manias de primeiro mundo; e Dora é sua fiel empregada há quase 30 anos. Beba está falida e faz de tudo para manter a pose enquanto Dora perde a paciência com o atraso nos salários. O filme é isso: um relacionamento que é uma caricatura sobre a desgraça econômica vivida na Argentina da época do calote onde todos sofreram, os ricos e os pobres.

 

Incautos (Espanha, 2004)

Mais um filme sobre um grupo de malandros espertos que ganham a vida aplicando golpes nos tais incautos (trouxa, em português). O problema desse filme são as inúmeras reviravoltas. Depois de um tempo fica difícil saber quem está aplicando o golpe em quem, pois todos querem ganhar mais que o outro. Cansativos e intermináveis, esses golpes só me fez cansar a tal ponto que torcia para que o final viesse logo para saber quem é o esperto e quem é o incauto da filme.

 Escrito por Bakemon às 10h11
[ ]



[ ver mensagens anteriores ]