UOL


Trinidad e Tobago, Homem, Mais de 65 anos, Quechua, Assamese, emai:ultramaniacs@ig.com.br


01/02/2009 a 28/02/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/12/2008 a 31/12/2008
01/11/2008 a 30/11/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005


Dê uma nota para meu blog


 Acervo de filmes para trocas
 JAPAN ACTION
 Reduto do Comodoro
 Viscera
 Pagoda Reborn
 Projeto 365
 BOL - E-mail grátis
 UOL - O melhor conteúdo
 Mochileiros.com
 O Viajante
 Necrofilmes
 Arquivo HQ
 Asian Fury
 Viver e Morrer no Cinema
 Blog do Medina
 Kinocrazy
 Mondo Paura
 Titara´s World
 Erocks
 Lolitas Sanatorium
 Bulhorgia
 Blog do Baiestorf
 Hediondo
 Cineasia
 Cave
 Blog blog blog
 Muitas Abobrinhas
 Demmentia 13
 Uebbemais
 Rabisco
 Impressões Cinéfilas
 Horror and Kung Fu
 Sonykowfax
 Bressonianas
 Universos Cinobibliomusicais
 Zatoichi
 Mad Blog
 Carlos Lira
 Os Jovens Turcos
 Grande Otelo
 Asian Virus
 Anime Comic
 Textos do Ad
 Revista Zingú
 Caminhante Noturno
 Vá e Veja
 Monsenhor
 Palace Hotel
 Boca do Inferno
 My Asian Movies
 Claquete
 Blog de Cinema
 Stravaganza
 Maquinário da Noite
 Museu do Cinema
 Hong Kong Old School
 Os Intocáveis
 Horror Express
 F World
 Setor 8
 A Arca
 Eco Social
 Nocturnia Z
 O Fanático
 Cam. Noturno Games
 Tudo Vintage ou Não
 Rolo de Filme
 Cine Terceiro Mundo
 Contatos Imediatos
 Cine Groove
 Musas
 Age of Asia






O que é isto?
BAKEMON


Bakemon na Mostra: Sonhos de Cristal (Japão, 2005)

Tudo gira em torno de uma lente para estudos astrômicos que está sendo finalizada por um artesão de vidros. Seu sonho em confeccionar a lente perfeita, uma garota que busca nela uma maneira de superar os traumas do passado, o gerente da fábrica que foge dos yakuzas que cobram uma dívida e decobrem que a lente valem milhões etc etc. Uma fábula moderna com toques viajantes e enigmáticos. Vale uma conferida, mas nada demais.

Be Movies - Programa 1 (Filipinas, 2005)
Curtas metragens do diretor Khavn (que também assina a trilha sonora, o roteiro, a edição etc etc). Alguns metidos a engraçadinhos sem graça nenhuma como um cara que sai fantasiado de Batman para sugar sangue dos vilões e outros mais tenebrosos como um serial killer canibal e um estressado que tortura impiedosamente um estudante americano metido a besta. Não deixa de ser curioso.

Dumplings (Hong Kong, 2004)
Versão extendida do curta presente no THREE... EXTREMES. Aqui, Fruit Chan explora mais os personagens, principalmete o marido da tal mulher que busca o rejuvenecimento comendo os bolinhos feitos de fetos abortados. Não sei se é um filme de terror ou um filme de drama. Só sei que é um bom filme que merece ser visto.



 Escrito por Bakemon às 09h25
[ ]



Bakemon na Mostra – Zerofilia (EUA, 2005)

Fui enganado pela sinopse. Lá, dizia que se tratava de uma ficção onde um garoto descobre que tem um cromossomo a mais, por isso, poderia trocar de sexo quando quisesse. Parecia bizarro. Acontece que o filme é uma comédia romântica sobre esse cara que tenta desesperadamente achar uma cura. Mas até que não foi tão mal, até porque o filme não cai na armadilha daquelas produções hollywoodianas manjadas. O lance foi relaxar e curtir as piadinhas.

 

Por desses causos da natureza humana, mais conhecido como incompetência para alguns e azar para outros, dois dos filmes que escolhi foram cancelados em cima da hora – HISTORIAS DEL DESENCANTO (México) e A ELEIÇÃO (Hong Kong), do Johnnie To. Em seus lugares, foram escolhidos outros e como já estava lá na boca do forno resolvi conferi-los.

 

Os Atores do Teatro Queimado (França/Camboja, 2005)

Um filme com um pé no documentário que mostra a atual situação socioeconomica e cultural do Camboja, um país varrido pela pobreza depois de anos metido numa ditadura. Tudo mostrado através da vida dos atores do tal “teatro queimado”. É bem interessante, mas chato também, mas nada que um pouco de atenção e paciência não resolvam.

 

2046 (China, França, Alemanha, Hong Kong, 2004)

Já tinha visto esse filme em DVD, mas nada como assistir na tela gigante onde a sua elegância e o apuro visual de Kar-Wai expande todos os limites sensitivos em mais um intrincado relacionamento amoroso. Vale a pena – mas eu queria ter visto A ELEIÇÃO. Agora tenho que esperar até fevereiro de 2006, quando o filme deve estrear comercialmente.


Tomara que outras surpresas não aconteçam...



 Escrito por Bakemon às 20h39
[ ]



Bakemon na mostra – Lemming, Instinto Animal (França, 2005)

O que você faria se um dia desses convidasse seu chefe para um jantar? Até aí normal. Mas nesse filme francês, uma simples social pode criar situações estranhas que beiram o surreal e o absurdo. Tudo começa com um simples entupimento na pia causado por um lemming, um pequeno roedor que vive no norte da Escandinávia. Esse misterioso evento faz transbordar uma sequência de acontecimentos bizarros que fogem à qualquer lógica. Para começar, os convidados chegam atrasados e se xingam um ao outro; dias depois vem um suicídio, depois traições inexplicáveis, aparições de mais bichinhos e muito mais. Tudo nesse filme é inexplicável; tão estranho quanto um entupimento causado por um raro roedor ou a mente de uma mulher (quem assistir, entenderá). Afinal, entupir uma pia é fácil, difícil é desentupir.



 Escrito por Bakemon às 10h39
[ ]



Bakemon na Mostra 1 - Brothers

Fora Lars Von Trier, nunca tinha visto uma produção dinamarquesa. E, além do mais, queria conhecer como alguns países da Europa viam a brincadeira do Bush contra o terrorismo. Por isso, escolhi BROTHERS (Dinamarca, 2004) para começar a minha mini-peregrinação no Festival de Cinema de Sampaulo. E posso dizer que começei pelo pé esquerdo (sentimento que aumenta ao saber que na sala ao lado tava passando HI-BI). O filme não passa de um dramalhão previsível e cheio de clichés. O filme mostra um cara que vai para o Afeganistão onde é feito prisioneiro pelos Talibãs. Mas sua família acha que ele morreu e tentam recomeçar a vida novamente. A diretora Susanne Bier traça um paralelo entre os acontecimentos traumatizantes do soldado de um lado e o novo caminho da família de outro. Traçado que mais tarde se encontrariam; mas esse tempo distante um do outro criariam feridas difíceis de se cicatrizar. Fica a certeza para todos: às vezes, quando se vai ao inferno é melhor ficar por lá e piririm-pororóm...



 Escrito por Bakemon às 11h02
[ ]



Esse manda ver!

Enquanto certas investigações por aqui andam cheio de exibicionismo, papo-furado e não saindo do lugar; do Japão vem um exemplo de como ir direto ao ponto e sem frescuras. Falo de Hanzo, um oficial do shogunato fora do padrão que não tá nem aí para baboseiras do tipo honra ou lealdade ao Shogun, afinal, ele sabe muito bem que isso é apenas uma fachada para manter a dominação feudal. Para ele, a pior corrupção está no próprio shogunato (semelhanças com Brasília são meras coinidências...) e coloca em cheque: "Como jurar lealdade a pessoas corruptas? Devo proteger a população trabalhadora e não aos samurais e shoguns". E assim, vai para a rua trabalhar. É dessa forma que começa a trilogia de chambara mais insana e desossa que vi até agora: HANZO THE HAZOR! Hanzo é um oficial da lei sadomasoquista que não mede esforços para solucionar casos, doa a quem doer, usando para isso, métodos pouco convencionais (faria Dirty Harry parecer um padre). Para interrogar homens, usa a espada; e para interrogar as mulhers... Bem, ele usa outro tipo de espada... Isso por que o cara tem o "poder", e usa-o para arrancar das garotas os segredos mais bem guardados. Quando não está de serviço, gosta de maltratar o "danado", deixando-o mais poderoso. É na martelada mesmo!!!! Aaaaaaaiiiiii!!!!!!!! Quem faz o papel de Hanzo é o eterno Shintaro Katsu (Zatoichi). Foram produzidos três filmes: Sword of Justice (1972), The Snare (1973) e Who´s Got The Gold (1974), um mais malvado que o outro. Dá-lhe, Hanzo!



 Escrito por Bakemon às 12h30
[ ]



Seven Swords

Confesso que broxei quando li os primeiros comentários sobre o SEVEN SWORDS, de Tsui Hark. Afinal, era um filme esperadíssimo por mim. Mas o interesse voltou ao saber que o filme seria distribuído por aqui e, principalmente, depois de ler o comentário positivo do Takeo (Asian Fury). Então, finalmente tive a oportunidade de assisti-lo esses dias. Não nego que ficou um gostinho de desapontamento e o gostinho que faltou um temperinho. Principalmente porque o filme não apresenta nada de novo. Ele é grandioso, muito bem fotografado e tem boas lutas (razoavelmente violentas, por sinal), mas achei que faltou ritmo ao filme; algo que me segurasse diante da tela. Mas paguei um pau para a luta entre duas paredes paralelas apertadíssimas de 1 metro mais ou menos - coisa de Donnie Yen.

Nem o sensacional narizinho da Nicole Kidman salva a nova versão da A FEITICEIRA da lambança total. Vá até a locadora e alugue o DVD da série clássica que você ganha mais. A não ser que queira ver novamente a Nicole, o que não é exatamente um desperdício de tempo...



 Escrito por Bakemon às 10h20
[ ]



Coincidência

Sábado retrasado, o camarada Paulo Shaw trouxe uma fita com o filme espanhol TORREMOLINOS 73 que havia acabado de gravar na TV por assinatura. A coincidência é que depois vi no jornal que o fiilme havia estreado nos cinemas por aqui com o título DA CAMA PARA A FAMA. Não sei se foi a emissora de TV que mostrou agilidade ou é a distribuidora que foi lento demais. Só sei que o filme é muito jóia e divertido. A história gira em torno de Alfredo, um vendedor de enciclopédias à beira da falência e de sua esposa Carmen, que sonha em ter um filho. Mas como as coisas não andam bem econcomicamente e Alfredo tem medo de engravidar a esposa, o cara economiza até no sexo, criando um mal estar entre os dois. A coisa muda (financeiramente e sexualmente) quando o chefe do Alfredo convida os dois para participarem de "estudos científicos" sobre a reprodução humana envolvendo "cientistas" dos países nórdicos. Eles só teriam que filmar caseiramente suas relações sexuais. Claro que é pura balela e claro que os dois caem no conto. O chefe do cara quer mesmo faturar com esses pornôs caseiros. Mesmo sem saber, os dois se tornam verdadeiras estrelas na Dinamarca. Mas o filme não é só isso. Aos poucos, Alfredo toma gosto pela coisa e quer realmente se tornar um cineasta. Ele se torna um grande fã de Ingmar Bergman, fazendo de seus filmes e do filme um amontoado de referências ao clássico O SÉTIMO SELO do Bergman. Excelente filme, super divertido que Bakemon recomenda! Na TV ou no cinema!

Coincidência 2
Esses dias estava ouvindo vozes dizendo que eu devia aparecer na locadora. Assim, lá fui eu. Aluguei NICOTINA: UMA NOITE DE PURO CAOS, filme mexicano que me chamou a atenção pelo interessante trailer. E o filme não decepciona, apesar de usar aquela velha fórmula: "personagens distintos que em algum ponto do filme se encontram - a tal coincidência". É basicamente a história de um hacker que é contradado para roubar dados bancários de um banco suiço. Enquanto trabalha, ele espiona sua vizinha com uma câmera escondida e um grampo telefônico. Num descuido, ela descobre tudo e a simples missão de gravar um CD com os dados bancários se torna um grande pesadelo com lances cômicos e sangrentos, envolvendo um casal de velhinhos estressados de uma barbearia; um casal de farmacêuticos em crise; policiais na hora errada no lugar errado e, claro, mafiosos russos e ladrõezinhos metidos a espertos. Ou seja, uma zona e tudo isso numa noite só! Vale uma conferida.



 Escrito por Bakemon às 12h53
[ ]



Decepção

Muchachos, desculpem o sumiço, mas ando totalmente escravizado pelo trabalho ultimamente. Entretanto, não posso deixar de registrar minha decepção com a Mostra de Sampaulo deste ano. Porra!!! Nada de Chan-Wook, Ki-Duk, Miike, Tsukamoto, K. Ishii... Sabia que devia ter ido ao Rio! Mas da lista provisória de 200 filmes, escolhi alguns que talvez mereçam um esforço para serem conferidos (obrigado pela lista, Adolfo!). O consolo é que a relação é provisória e muitos filmes ainda podem ser confirmados.

2046, de Wong Kar Wai / China
Abong / Small Home, de Koji Imaizumi / Japão
Al Otro Lado, de Gustavo Loza / México
Alma Mater, de Álvaro Buela / Uruguai
Bashing, de Masahiro Kobayashi / Japão
Blood and Bones, de Yoichi Sai / Japão
Cachimba, de Silvio Caiozzi / Chile
De Nadie, de Tin Dirdamal / México
Dreaming of Light, de Sujin Kim / Japão
Dumplings, de Fruit Chan / Hong Kong
Hi-bi: Days of Fire, de Banmei Takahashi / Japão
Seven Swords, de Hark Tsui / Coréia do Sul, Hong Kong, China
Tapas, de José Corbacho e Juan Cruz / Espanha
Um Lobisomem na Amazônia, de Ivan Cardoso / Brasil



 Escrito por Bakemon às 12h43
[ ]



[ ver mensagens anteriores ]