UOL


Trinidad e Tobago, Homem, Mais de 65 anos, Quechua, Assamese, emai:ultramaniacs@ig.com.br


01/02/2009 a 28/02/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/12/2008 a 31/12/2008
01/11/2008 a 30/11/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005


Dê uma nota para meu blog


 Acervo de filmes para trocas
 JAPAN ACTION
 Reduto do Comodoro
 Viscera
 Pagoda Reborn
 Projeto 365
 BOL - E-mail grátis
 UOL - O melhor conteúdo
 Mochileiros.com
 O Viajante
 Necrofilmes
 Arquivo HQ
 Asian Fury
 Viver e Morrer no Cinema
 Blog do Medina
 Kinocrazy
 Mondo Paura
 Titara´s World
 Erocks
 Lolitas Sanatorium
 Bulhorgia
 Blog do Baiestorf
 Hediondo
 Cineasia
 Cave
 Blog blog blog
 Muitas Abobrinhas
 Demmentia 13
 Uebbemais
 Rabisco
 Impressões Cinéfilas
 Horror and Kung Fu
 Sonykowfax
 Bressonianas
 Universos Cinobibliomusicais
 Zatoichi
 Mad Blog
 Carlos Lira
 Os Jovens Turcos
 Grande Otelo
 Asian Virus
 Anime Comic
 Textos do Ad
 Revista Zingú
 Caminhante Noturno
 Vá e Veja
 Monsenhor
 Palace Hotel
 Boca do Inferno
 My Asian Movies
 Claquete
 Blog de Cinema
 Stravaganza
 Maquinário da Noite
 Museu do Cinema
 Hong Kong Old School
 Os Intocáveis
 Horror Express
 F World
 Setor 8
 A Arca
 Eco Social
 Nocturnia Z
 O Fanático
 Cam. Noturno Games
 Tudo Vintage ou Não
 Rolo de Filme
 Cine Terceiro Mundo
 Contatos Imediatos
 Cine Groove
 Musas
 Age of Asia






O que é isto?
BAKEMON


LINKS

O grande Blog da Desforra, do amigo Heráclito, mudou! Mudou de endereço: anote aí o novo: http://www.xmaniac.net/desforra/

Aproveito para adicionar mais um link: http://asiacine.weblogger.com.br/. Aguarde novidades, pois o Luiz, patriarca deste site, está cheio de planos.

Todos os links estão no canto esquerdo do trem, aproveite e faça um passeio por eles. É só apretar o botão play do seu mouse! Se você também divulga barbaridades cinematográficas, e quiser seu link adicionado por aqui é só entrar em contato!



 Escrito por Bakemon às 12h40
[ ]



Esses fantásticos caras de um braço

Bakemon vai falar de uma das trilogias mais bacanas da Shaw: One-Armed Swordsman. Sim! Um dos espadachins mais sanguinários e mortais já vistos. Dirigido pelo mestre Chang Che, a trilogia é avassaladora e poética, sanguinária e apaixonante. Sem piadinhas bobinhas, o filme deixa claro que a violência é usada para fazer justiça. Para ele, esse é o caminho mais rápido para trazer a palavra de ordem a todos. Então vamos lá:

One-Armed Swordsman (1967)
Fang Gang (Wang Yu) é um garotinho que vê seu pai morrer em seus braços enquanto protegia seu mestre de sanguinários rivais. Então, o mestre promete treiná-lo para transformá-lo em um grande espadachim. Mas, como órfão, não se sente à vontade e resolve partir. A filha do mestre não acha justo a partida e resolve encará-lo. E, num acidente, acaba decepando o braço direito de Fang. Xiaoman, uma camponesa acaba salvando Fang, que acaba perdendo a auto-estima, promentendo a ela nunca mais empunhar uma espada novamente e viver uma vida simples. Tempos depois, fica sabendo que uma conspiração visa destruir o clã de seu antigo mestre. Fang então treina arduamente, criando uma técnica para manusear uma espada com um braço só. Para isso, usa a antiga espada de seu pai — a espada com sua lâmina até a metade. A partir daí é só alegria: sangue pra lá, sangue pra cá. Esse primeiro filme é mais um drama do que extamanete um filme de ação. Che levanta a dúvida de Fang em viver como camponês ao lado de Xiaoman ou reatar sua lealdade e proteger seu mestre.

The Return of the One-Armed Swordsman (1969)
Fang é um feliz camponês que vive tranquilamente com Xiaoman. Um dia, recebe um convite dos Oito Guerreiros do Mal para participar de um torneio mortal para eleger o espadachin mais poderoso da região. Caso não aceite o convite, será morto. Outros clãs também recusam o convite. Muitos sofrem a consequência e litros de sangue são derramados. Os chefes desses clãs são sequestrados. Desesperados, os discípulos desses clãs pedem ajuda a Fang que recusa. UM dos discípulos então sequestra sua esposa para forçá-lo a ajudar. Aí sai de baixo! O cara vira uma pilha e não descansa até salvar Xiaoman. Outro discípulo não aceita agir dessa forma e resolve ajudar a libertar Xiaoman. Mas é morto por membros dos Oito Guerreiros. Fang, ao mesmo tempo que sente raiva do clã por ter sequestrado sua esposa, sente na obrigação de ajudá-los, pois se sente em dívida pelo discípulo que ajudou Xiaoman. Cara, esse filme é um açougue! Raramente Bakemon assistiu a filmes de artes marciais tão sanguinolentos como esse. É matador! É de tirar o fôlego! É maravilhoso! É arrepiante! Wang Yu está perfeito! Aliás, todos estão perfeitos! Tirando algumas viajeiras do tipo vôos em bambus e telhados, o filme é porrada do começo ao fim. Bem diferente do primeiro! PQP!!!

The New One-Armed Swordsman (1971)
Sai Wang Yu (que havia ido ao Japão se encontrar com Zatoichi) e entra David Chiang. Ele é Lei Li um respeitado espadachim que usa a técnica das espadas gêmeas. Hero Lung, um poderoso lorde local, chefe da Mansão dos Tigres, o desafia. Lei Li acaba perdendo a luta, seu braço e promete ao rival se retirar das artes marciais para sempre. Dois anos depois, ele é um simples servente em um restaurante e acaba conhecendo um outro espadachim, Ti Lung. Eles se tornam grandes amigos. Hero Lung cria um plano para eliminar todos seus rivais e acaba convidando Lung para um torneio. Lung cai numa emboscada e acaba sendo assassinado impiedosamente. Lei Li então põe em cheque sua palavra do exílio ou vingar seu amigo.

Bakemon notou duas duas coisas interessantes: a grande influência do cinema ocidental no diretor Chang Che. No primeiro filme vê-se, nitidamente, um olhar do cinema americano dos anos 40 e seus romances impossíveis entre diferentes castas sociais. Já no terceiro, há uma clara influência nos westerns, principalmente no uso das câmeras e da trilha sonora. A segunda coisa: a importância das mulheres nesses filmes. Veja só: é uma mulher (filha do mestre dele) que acaba cortando o braço do cara e depois ele acaba conhecendo Xiaoman, que no primeiro filme o salva e no segundo, o encoraja para exterminar os inimigos. Já no terceiro filme, Li Ching, uma filha de um artesão entrega uma espada a Lei Li, que segura uma espada na mão pela primeira vez em anos. Enfim, Bakemon recomenda essa soberba trilogia. Ufa! Chega! Já escrevi demais. Acho que me entusiasmei...



 Escrito por Bakemon às 11h06
[ ]



Outro Repoman

Santiago é um ex-soldado peruano que combateu terroristas e participou da recente guerra contra o Equador. De volta à vida de civil, encontra dificuldades de se inserir novamente à sociedade. Falta emprego, perspectivas de futuro, e principalmente, o desdém das pessoas ao fato dele ter sido um ex-militar que defendeu a pátria. Ainda perturbado e traumatizado, ele então, percebe que entrou numa outra guerra: se reencontar na sociedade que ele havia deixado para trás. Faz de tudo para não cair na tentação do dinheiro fácil e do crime, como alguns de seus amigos. Para ajudar, sua vida familiar anda aos frangalhos: sua esposa o abandona, sei pai é um tarado que chifra a esposa na cara dura e a única pessoa que gosta dele é sua cunhada. Ou seja, desossa total! O que um cara com essas perspectivas pode querer? DIAS DE SANTIAGO é considerado um dos melhores filmes peruanos dos últimos anos, participou — e ganhou prêmios — de diversos festivais mundo a fora. E eu confirmo! É um belíssimo filme! Excelentes atores, uma direção segura e um ótimo roteiro garantem o filme. Um verdadeiro drama urbano que foi filmado em Lima, mas que poderia ser ambientado perfeitamente em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador...

Atenção: quem estiver, por acaso, sacando uma grana no Banco Rural, em Brasília, pode confefir ao filme que está na mostra competitiva da edição deste ano do Festival de Cinema de Brasília.



 Escrito por Bakemon às 11h08
[ ]



TREM DA ALEGRIA

É impressionante a quantidade de filmes de terror sul-coreanos que estão sendo lançados. Não sei precisar a quantidade, mas putz grilla! E olha que nenhum filme de lá estourou mundialmente ou até mesmo ganhou status de cult, como nos vizinhos RING, no Japão e THE EYE, na China. Os caras de lá devem gostar muito de levar sustos! Ou de dar! A mais recente pedrada que chegou até mim foi RED EYE (atenção: não confundir com o homônimo americano dirigido pelo Wes Craven que tá para sair – e não é remake!). Em Red Eye, um velho trem faz sua última viagem antes de virar lata-velha. Mas o trem guarda um amargo passado: alguns de seus vagões pertenceram a um antigo trem, que anos atrás, havia se envolvido em um terrível acidente. Coincidentemente, a data da aposentadoria, corresponde à data do acidente!!!! E para celebrar o aniversário, os fantasminhas aparecem parar aterrorizar e atacar os infelizes passageiros. É o que se pode chamar de Trem Fantasma. E adivinhem quem trabalha no trem? A filha do maquinista do trem acidentado! Seria vingança? Enfim, este é mais um exemplo do interminável fôlego das produções coreanas. Mas ainda aguardo mais um filme de terror realmente original da Coréia do Sul, como A TALE OF TWO SISTERS. Enquanto isso, vou me contentando com as obras menores.

ATULIZAÇÃO NOS LINKS
O Paulo finalmente criou vergonha na cara e resolveu, não só atualizar, mas também dar um nome ao site dele. Antes o chamava simplesmente de Paulo "Shaw", agora ele o batizou de Lutadores da Web. Confiram na coluna à esquerda. Aproveite a viagem pois tem outros links adicionados e digo: vale a pena!



 Escrito por Bakemon às 12h28
[ ]



Lá do fundo...

Kiyoshi Kurosawa é, sem dúvida, um dos diretores japoneses mais festejados da atualidade. Não são todos que conseguem enxergar o lado mais oculto de nossas mentes, onde se escondem os mais soturnos e nebulosos pensamentos. O cara não só enxerga, mas também mostra isso de maneira magistral em seus filmes, onde pessoas aparentemente normais tendem a personificar manias do lado mais obscuro de suas personalidades. Isso foi mostrado de maneira brilhante em obras-primas como KOUREI e CURE. Mas falo agora de THE GUARD FROM THE UNDERGROUND (1992). Trata-se apenas de seu quinto filme, mas nele já exercitava seu estilo sombrio que o consagraria anos mais tarde. No filme, um segurança sádico, cujo único objetivo é matar, espalha terror aos trabalhadores de um prédio. E, para azar de Akiko — uma novata na empresa —, seu ambiente de trabalho, inclui além desses assassinatos, estranhos colegas de trabalho com manias bizarras. O filme é um tanto escuro, o que ajuda a criar um clima sinistro. Kurosawa mostra o guarda somente em meio a sombras e por meio de siluetas. Guard From the Underground é um dos filmes mais violentos (explicitamente falando) do Kurosawa, mas em por isso deixa de lado sua arma mais poderosa para aterrorizar: a mente humana.

Três filmes...
Histórias Mínimas.
É impossível não comparar este filme argentino de Carlos Sorín a KIKUJIRO, de Takeshi Kitano e CENTRAL DO BRASIL, de Walter Salles. Nele, um velho (Don Justo) vai atrás de seu cachorro desaparecido. E, para isso, cruza sozinho uma boa parte da Patagônia argentina e encontra, no meio do caminho, exemplos de amizade com conhecidos e desconhecidos. Apesar de momentos irregularares, o filme merece ser visto, como a maioria dos filmes argentinos da atualidade.

DEAD MEAT. Filme irlandês de zumbis, recém-lançado no Brasil. É sobre o vírus da tal vaca louca que sofre uma mutação e ataca os humanos, transformando-os em zumbis. De baixíssimo orçamento, o filme em nada acrescenta aos filmes do gênero, mas vale a pena conferir a sequência da verdadeira vaca louca que estraçalha uma garota em seu momento de descuido. Vixi... Se cuida, Tubarão! A vingança da picanha assassina!

GUERRA DOS MUNDOS. Pois é... Os tempos são outros. Se na versão antigona, o lance era o ataque dos alienígenas em meio a um romance a la E O VENTO LEVOU..., na nova versão, Spielberg ataca com o moderníssimo tema pais separadaos / filhos problemáticos. Fora isso, o filme surpreende pelos efeitos especiais, mas deixa a desejar pela história do tipo "e viveram felizes para sempre"... Tá bom...

Um trailer...
DEATH TRANCE.
Esse me deixou arrepiado!!! Um cara trava uma luta sangrenta com sua espada frente a um poderoso guerreiro. Golpe pra lá, golpe pra cá... Voadoras, giros fantásticos etc etc. Por um momento, os dois param para respirar. Um pouco de sangue mancha a espada. A câmera vai fechando no rosto do oponente e mostra... Uma garotinha! Isso mesmo! Uma garotinha de uns 5 ou 6 anos com seu sorriso macabro sujo de sangue pronto para mais porrada! Essa é Yoda! O filme traz duas estrelas do VERSUS: o ator Tak Sakaguchi e o coreógrafo Yuji Shimomura, que, em Death Trance, atua como diretor. Confira o trailer, sinopse etc em: http://www.deathtrance.us/index.htm



 Escrito por Bakemon às 11h29
[ ]



!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



 Escrito por Bakemon às 09h04
[ ]



No escurinho do cinema...

Filme: sm. 1. Rolo de película de celulóide preparado para receber imagens fotográficas. 2. Sequência de imagens e/ou cenas fotográficas em filme (1) por uma câmera cinematográfica; fita.

Essa é a definição do meu velho dicionário Aurélio sobre a palavra "filme". Começo este texto desta maneira para tentar entender melhor o filme BRANCA DE NEVE, do diretor português João César Monteiro. Mas por quê? O filme, depois dos créditos iniciais, simplesmente não tem imagem!!! Isso mesmo! Tudo preto! Penumbra total! Parecem que os atores estão lendo um livro na sua cara. As únicas coisas que sobram são as falas dos pesonagens (talvez a legenda, se quiser ativar essa opção). Só de vez em quando, aparecem imagens de nuvens durante alguns segundos. E só! O cara é maluco ou o quê? Mas não é só isso! Nos extras do DVD, tem uma entrevista adivinha com quem? O Diretor de fotografia! Só pode ser sacanagem... Mas espere, ele explica que o filme era para ser como os outros, mas que o diretor começou a questionar as imagens e, assim, resolveu tirar tudo! Ainda bem que não fui ver esse filme há dois anos atrás na Mostra de Cinema de Sam Paulo. Mas a curiosidade foi tanta que finalmente consegui o DVD. Se vale a pena, não sei, mas que é curioso, isso é... O quê? O filme? Ah, o filme é uma versão moderna de Branca de Neve, mais violenta e sinistra. Talvez seja por isso que o tenham "censurado". Antes que eu esqueça: o filme está em fullscreen, lamentavelmente.



 Escrito por Bakemon às 09h58
[ ]



THE HOLY MOUNTAIN

Oh, meu Deus... Não é fácil... Assistir a um filme do Alejandro Jodorowsky não é nada fácil... O cara é um dos diretores mais enigmáticos e absurdos que conheço. Recentemente assisti ao THE HOLY MOUNTAIN (1973). Não digo que foi um choque, mas ver sequências intermináveis de viagens paranóicas regadas a visões profanas elevadas a enésima potência não é para qualquer um. Para tentar entender um pouco ao filme, acho que é preciso conhecer um pouco a Bíblia, pois o filme, na minha opinião, é o resultado da visão do Alejandro do mundo moderno e sua relação comercial e de show business com a religião. O filme começa com uma suposta crucificação de Cristo, que é apedrejado sem dó por um grupo de crianças. Ele é salvo por um cara sem pernas e sem mãos. Assim, se tornam bons amigos. Os dois chegam a uma cidade grande no meio de uma festa religiosa onde soldados desfilam nas ruas carregando cachorros crucificados enquanto outros estupram turistas (e elas gostam!). Mais tarde, Cristo entra num túnel içado por uma isca gigante e encontra um tipo de feiticeiro que o apresenta a diversos santos e suas histórias repletas de sexo, dinheiro, traições etc. Mas não espere que seja só isso. Jodoroswksy tem uma mente criativa e corajosa que explora o tema "homem-seus-problemas-e-suas-religiões" de uma maneira inacreditavelmente pecaminosa que só poderia ter saído de uma mente perturbada e visionária. As linhas acima é o que eu posso descrever aqui sem nenhuma censura. As outras "coisas", só assistindo. É incrível a sequência de absurdos que se seguem. A envolvente trilha sonora e as falas, que muitas vezes, lembram cahorros latindo raivosamente — como nos desenhos animados antigos — ajudam a criar um clima surreal. Enfim, assistir a um filme do cara é uma aventura única, que pode traumatizar os mais despreparados ou levar um sentimento de indiferença, tamanho o abrsurdo das cenas. Mas não deixe de assistir nem que seja 5 minutos do filme, pois é uma experiência única que comprova a diferença entre loucos e Loucos.

Alone in the Dark... Um dos piores filmes de todos os tempos. Um portal do mal é aberto e terríveis criaturas saem para despertar o mal. Quem poderia intervir? Christian Slater-ter-ter... Ele é um ex-agente que investigava fenômenos paranormais e volta à ativa depois desses terríveis acontecimentos. Mais uma cópia descarada de baixíssima qualidade de ALIENS e RESIDENT EVIL. Haja...


 Escrito por Bakemon às 13h56
[ ]



O que vem por aí...

Fofoquinhas! Fofoquinhas! Siiiiiiiiiiiiiiiim!!! Bakemon também é fofoquinha! Olha só o que as distribuidoras brasileiras andaram aprontando na Ilha de Cannes. A lista de compras foi grande, e, para nossa surpresa, vem muita coisa boa vem por aí. Agüentem as pontas!

CALIFORNIA FILMES
Election
. Novo filme do grande Johnie Tu, o mesmo de Breaking News (que por sinal, já está nas locadoras. Aluguem! É um belo filme).

CASABLANCA FILMES
Tom Yum Goog
. Filme estrelado por Tony Jaa. Sim! Aquele mesmo do Ong bak. Imperdível!

EUROPA FILMES
The Lady From Shangai. O mestre Wong Kar Wai se encontra com Nicole Kidman. Ieba!!
Inland Empire. Novo filme do malucão David Lynch

FLASHSTAR
Satan´s Slay. A sinopse me deixou curioso: psicopata se veste de papai Noel e começa a matança... Hum...

GOLDEN FILMES
Sympathy for Mr. Vengeance. Não precisa dizer nada…
Sympathy for Lady Vengeance. Idem…

LK-TEL / PARIS
O Grito 2. O americano. Não se confundam...
Jogos Mortais 2. Mais brincadeirinhas...

PLAYARTE
The 13th Apostile. O mais novo filme do John Carpenter. Parece que vai ser tipo Seven.
Re-Cycle. Pang Brothers!!! Bu!
Shutter. A sensação do horror tailandês

LUMIERE
The Dark Hours. Um dos filmes de terror mais aguardado do ano. Dirigido por Paul Fox.



 Escrito por Bakemon às 11h53
[ ]



Sam City

Oooooopa! Vamos falar de um filme brasileiro! Sim! Desde que esse site foi montado, tava difícil encontrar um decente. Finalmente achei um. NINA. Não que seja uma coisa de outro mundo, mas é interessante e diferente. Enquanto a interminável espera pelo SIN CITY continua, ouso comparar esses dois filmes em alguns aspectos: urbano, personagens atormentados e o uso de seqüências de quadros de HQ. Nina é uma urbanóide que vive atormentada, perturbada, traumatizada e depressiva (que mais?), e mora de aluguel num quarto — repletos que desenhos que ela mesmo faz — em um apartamento de uma velha. Sem grana e sem perspectivas de futuro, sente-se acuada pela velha e suas manias possessivas. Com o tempo, as coisas pioram e Nina se vê num beco sem saída, perseguida por personagens (em sua maioria velhos) bizarros e situações que mais parecem um pesadelo que ela mesmo cria. O filme, assume um lado gótico, soturno, tenebroso, sádico e até mesmo de filmes de terror. Mas a verdade é que o filme diverte com as boas atuações e uma boa direção de arte. A sinopse do filme diz: “um encontro de David Lynch e Dostoiévsky...”. Talvez, mas só sei que lembrei imediatamente do clássico DEPOIS DE HORAS, do Martin Scorsese. Confira você mesmo se tem a ver ou não.

Quem quiser conhecer mais sobre o filme, aqui vai o link oficial: www.ninaofilme.com.br



 Escrito por Bakemon às 10h55
[ ]



Oompa Loompa, Dumpa di-di...

 
Ando meio preocupado... Um dos filmes mais esperados por mim este ano, é sem dúvida, o remake do lisérgico A FANTÁSTICA FÁBRICA DE CHOCOLATE, mas não sei não. As coisas não anda bem... Essa semana vi, finalmente, a foto dos novos Oompa Loompas, os seres mais incríves que já habitaram a Terra. E não gostei. Nem se compara com os clássicos Oompas. Veja só as fotos... Agora, quero ver o que o Tim Burton vai fazer com o barco que atravessa o túnel alucinógeno e a cartela de açúcar (ácido) que as crianças lambem...

 Escrito por Bakemon às 15h06
[ ]



[ ver mensagens anteriores ]