UOL


Trinidad e Tobago, Homem, Mais de 65 anos, Quechua, Assamese, emai:ultramaniacs@ig.com.br


01/02/2009 a 28/02/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/12/2008 a 31/12/2008
01/11/2008 a 30/11/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/04/2008 a 30/04/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005


Dê uma nota para meu blog


 Acervo de filmes para trocas
 JAPAN ACTION
 Reduto do Comodoro
 Viscera
 Pagoda Reborn
 Projeto 365
 BOL - E-mail grátis
 UOL - O melhor conteúdo
 Mochileiros.com
 O Viajante
 Necrofilmes
 Arquivo HQ
 Asian Fury
 Viver e Morrer no Cinema
 Blog do Medina
 Kinocrazy
 Mondo Paura
 Titara´s World
 Erocks
 Lolitas Sanatorium
 Bulhorgia
 Blog do Baiestorf
 Hediondo
 Cineasia
 Cave
 Blog blog blog
 Muitas Abobrinhas
 Demmentia 13
 Uebbemais
 Rabisco
 Impressões Cinéfilas
 Horror and Kung Fu
 Sonykowfax
 Bressonianas
 Universos Cinobibliomusicais
 Zatoichi
 Mad Blog
 Carlos Lira
 Os Jovens Turcos
 Grande Otelo
 Asian Virus
 Anime Comic
 Textos do Ad
 Revista Zingú
 Caminhante Noturno
 Vá e Veja
 Monsenhor
 Palace Hotel
 Boca do Inferno
 My Asian Movies
 Claquete
 Blog de Cinema
 Stravaganza
 Maquinário da Noite
 Museu do Cinema
 Hong Kong Old School
 Os Intocáveis
 Horror Express
 F World
 Setor 8
 A Arca
 Eco Social
 Nocturnia Z
 O Fanático
 Cam. Noturno Games
 Tudo Vintage ou Não
 Rolo de Filme
 Cine Terceiro Mundo
 Contatos Imediatos
 Cine Groove
 Musas
 Age of Asia






O que é isto?
BAKEMON


Nossas meninas de rosa

Enquanto a menina de ouro do Eastwood se dava bem nesse fim de semana, vou falar de outras meninas um pouco mais mal comportadas. Em ORGIES OF EDO aka Story of a Nymphomaniac (1969), vemos duas irmãs que buscam no sexo o caminho da vingança. Enquanto uma tenta se vingar de seus amantes criando intrigas e ciúmes, a outra se vinga de seu próprio sentimento de culpa por ter assassinado seu marido e resolve transar com 1 mil homens e, no meio disso tudo, um aprendiz de monge que tenta ajudá-las e entender todo esse sentimento maluco. Esse é mais um filme do Teruo Ishii, mas ao contrário do que você pode imaginar, esse filme é bem comportado e assume um lado bem-humorado das situações, no melhor estilo pink movie. O filme vale pela curiosidade da presença da atriz Hishimi Yuriko. Para quem não sabe, ela foi uma das protagonistas da série de TV Ultra Seven. Com certeza a molecada tava louca para assistir esse filme na época.

  O outro filme é CRUELTY OF THE FEMALE INQUISITION (1976). O título é bem interessante... Mas o filme não é grande coisa. Achei uma imitação descarada da série JOYS OF TORTURE do Ishii. O filme traz pequenos capítulos mostrando as mais terríveis e cruéis torturas praticadas por senhores feudais ou simples maridos sanguinários com suas mulheres ou amantes. Pra quem curte pode ser uma boa, mas filme por filme, prefira o original.



 Escrito por Bakemon às 11h12
[ ]



Curtas antes do fim de semana

Dicas de compras
Quem mora em São Paulo deve ir ao atacadista Makro mais perto e aproveitar a super promoção de DVDs: R$ 10 cada! Vários títulos da Continental, incluindo Bruce Lee, Akira Kurosawa e Seijun Suzuki. Corra antes que seja tarde demais! Outra boa dica é ir à banca mais próxima e torrar R$ 14,90 no VCD de TRASH NÁUSEA TOTAL feito pelo Peter Jackson quando ele era um mero malucão moviemaker. Pra quem não sabe, o filme mostra a invasão de alienígenas que vêm atrás de carne humana para abastecer sua rede de lanchonetes intergaláticos.

Agredecimentos
Um abraço ao Heráclito e ao Carlos Reichenbach por adicionar o link dessa página em seus respectivos sites. Confira na coluna à esquerda o link das páginas deles: Blog da Desforra e Reduto do Comodoro, respectivamente. Recomendo.

The Eye 2 nos cinemas
Essa semana vi um banner nos cinemas do THE EYE 2, que por aqui vai se chamar VISÕES.

Até segunda, moçada!



 Escrito por Bakemon às 17h12
[ ]



As cinco estrelas de um filme de kung-fu

Quarta-feira sem jogo na Mansão do Morumbi. Resolvi passar numa locadora no caminha de casa. Oferta! R$ 1,99 cada locação!!!! Olhando atentamente às estantes, em meio a toneladas de porcarias, para minha surpresa vejo o DVD "Os Cinco Venenos de Shaolin". Havia achado uma agulha no palheiro! É lógico que aluguei no ato. Afinal, esse é um dos maiores clássicos e um dos filmes mais cultuados do gênero que finalmante estava sendo lançado por aqui pela China Video. A história é bem simples pra variar. Mas e dái? Esse é um dos grandes charmes dos filmes da Shaw Brothers. O velho mestre do clã dos venenos percebe que sua hora está próxima e envia seu último aluno para encontrar os cinco discípulos anteriores e descobrir qual deles anda pisando na bola para eliminá-lo. Mas como eles foram treinados com máscaras representando suas habilidades (cobra, centopéia, sapo, lagarto e escorpião), suas identidades são um mistério e o novato terá que encontrá-lo usando somente seu instinto. Mas o que faz desse filme tão especial? Na minha opinião, é um daqueles filmes que consegue aliar não somente uma boa pancadaria com uma excelente coreografia, mas também um roteiro interessante com uma boa dose de mistério. Agora estou esperando o lançamento do Combate Mortal, o trailer é animal!



 Escrito por Bakemon às 13h34
[ ]



Teruo Ishii e sua formidável fábrica de horrores

Antes de assistir a esse filme, fiquei me questionando: como um filme precisa ser para ser banido do Japão e até hoje não ter seu lançamento em DVD liberado? Afinal, o país sempre foi um dos mais liberais e um dos maiores produtores de filmes "n"xploitation de todo o planeta. Claro que lá tem a censura de faixa etária e tudo mais, mas para ser totalmente banido precisa ter algo a mais. E quem mais poderia fazer essa proeza senão o maldito desgraçado Teruo "gênio" Ishii? Esse cara é um verdadeiro mensageiro do apocalipse cinematográfico, nos oferecendo filmes brutais e sanguinolentos em sua plenitude. Me lembro até hoje dos dias de baque que se seguiram depois de assistir SADISMO DE SHOGUN 3 (lançado no Brasil pela Top Tape). Porra! Um cara que tem a coragem que mostrar explicitamente um tempurá de humanos só pode ser louco! A resposta dessa questão poderia estar então em mais uma produção com o selo de garantia Teruo Ishii de fabricação, portanto não medi esforços para conseguir a obra mais polêmica do Ishii. Com vocês... HORROR OF A MALFORMED MAN (1969). Com tudo que disse no começo da mensagem e com esse título, bem que poderia parar por aqui. Mas depois de assisti-lo, vi que o filme não é tão forte assim (pelo menos para nossos olhos ocidentais), e narra a saga de um doutor em busca de seu pai desaparecido. Ele acaba parando numa ilha onde habita os mais terríveis seres humanos completamente desfigurados mentalmente e fisicamente, resultados de intervenções médicas bizarras, vivendo sob o comamdo de um maluco, que sequestra seres humanos no continente para suas experiências. Não descreverei aqui esses seres, pois deixarei sua imaginação mais macabra fluir naturalmente. O filme tem uma das sequências mais horripilantes que já vi, é quando o dono da ilha se aproxima da câmera até o close de seu rosto. É algo como a cena da garota saindo da televisão em RING, mas Ishii dá de 10 a zero. Mas e a resposta para a dúvida inicial? Bom, tenho uma teoria... Analisando o filme mais a fundo, dá a entender que a Ilha é uma representação de uma nação comunista. Seria a Coréia do Norte? Para quem não sabe, é comum o sequestro de japoneses por autoridades desse país. Ou será a ilha a representação do próprio Japão? Desorientado depois no mundo pós-guerra?



 Escrito por Bakemon às 11h08
[ ]



Uma viagem a uma mente brilhante

Sim! Ainda em estado de transe... Ontem finalmente pude assistir ERASERHEAD, de David Lynch. Cara, que maluquice é aquela? Simplesmente um dos filmes mais surreais e indecifráveis que já assisti. Por isso mesmo, não espere uma sinopse ou algo parecido, mas sim um monte de adjetivos para tentar descrever o indescritível. Aparentemente, o filme (em preto e branco) narra a vida medíocre de Henry, um cara melancólico que apenas deixa sua vida fluir para onde ela for sem nenhum objetivo maior. O cara resolve se casar ao engravidar uma garota, que dá a luz a uma gosmenta criatura que não pára de chorar e por aí vai. O filme é simplesmente hipnótico do começo ao fim. Um visual aterrorizantemente frio, deprimente e atordoante. A sequência inicial do filme é simplesmente um clássico: o aparente vazio do espaço com um meteoro que vaga sem direção, a cabeça de Henry enquadrada de uma maneira sem lógica e a câmera vagando entre essas imagens. A trilha sonora genial contribui para aumentar ene vezes esse tom sombrio - e não se esqueçam - ao fundo o choro incesante do bebê. O que mais posso falar desse filme? Bom, posso estar enganado, mas todo esse ambiente frio, melancólico e deprimente me fez recordar no ato algumas obras do Franz Kafka, como "Carta ao Pai" e "Metamorfose". Mas no fundo, basta não tentar encontrar um explicação para tudo, o lance é apenas deixar as imagens fluirem para dentro de sua cabeça e curtir essa viagem bizarra rumo ao infinito, ou melhor, à cabeça de David Lynch.



 Escrito por Bakemon às 11h16
[ ]



Dois filminhos...


Apesar de ganhar uma hora com o fim do horário de verão, não tive muito tempo livre para curtir filminhos, mas passei na locadora e peguei dois filmes, cujo trailers achei bem interessantes. São eles:
11:14
Um horário maldito para um pessoal de Middletown, uma cidadezinha do interior dos states. Exatamante nesse horário, um simples atropelamento, é na verdade, o resultado de uma série de atos de desespero, falsidade, ignorância, revolta ou de simples acidentes banais onde todos os personagens têm algo a ver um com o outro. O filme é dividido em pequenos segmentos que relatam os acontecimentos anteriores ao atropelamento e que vão se entrelaçando aos poucos até seu desfecho (que na verdae é o início do filme: o atropelamento). Gostei desse filme pelo roteiro interessante, bons atores e repleto de humor negro. Nem vi o tempo passar. Típico filme Sessão da Tarde - Lado B.
Olhos da Morte
Um redator-maluco-nerd fica tão obsecado por sua boneca erótica inflável que dá vida a ela em sua fértil imaginação. A coisa piora quando ele se apaixona por sua assistente e quer dar a ela, a personalidade da boneca. Ou será vice-versa? Quer dar à boneca a personalidade da garota? Bom... Tire você sua conclusão. Coisa de maluco... O filme tem uma produção simples e não traz nada de novo, mas tem um clima sinistro e é bem honesto. Vale pagar uns trocos para assistí-lo, ainda mais no mar de ruindade que anda rodeando os lançamentos.

 Escrito por Bakemon às 11h00
[ ]



Os filhos de Ju-On


Não podia ser diferente. Era inevitável que depois do sucesso de JU-ON, imitações seriam lançadas. JU-REI, pelo menos que eu saiba, é o primeiro deles. Fui seco atrás dele e descobri que existem muitos outros. Destes, JU-REI: THE UNCANNY é o primeiro que assisto. É inacreditavelmente o mesmo conceito de JU-ON. Só não se pode dizer que é uma cópia descarada, pois a história é levemente diferente. Mas o resto, é a cara do pai! Para os menos desavisados dá até para confundir com mais uma das versões de JU-ON. Para começar, o filme não tem uma estrutura convencional. Ao todo são 11 capítulos que começam de trás para frente contendo um susto cada. A história é sobre uma lenda urbana envolvendo uma mulher “sombreada” rastejante (desculpem pessoal, mas não achei a palavra certa para descrever a danada) que amaldiçoa a pessoa com um simples toque, que por sua vez retransmite a maldição aos outros coitados. O filme foi rodado em video e a produção é bem simples. O problema é que depois de tanto assistir JU-ON e suas variações, os sustos se tornam previsíveis no “como” e “quando”. Não espere uma maravilha ou algo aterrorizador, mas ele tem bons momentos.

 Escrito por Bakemon às 10h42
[ ]



Alguns filmes...

Me desculpem pessoal, mas como dizem no brasil, o ano começa depois do Carnaval e já estou com a disponibilidade de tempo livre reduzida. Mas aqui vão alguns comentários de alguns filmes que assisti de sábado para cá.

O Clã das Adagas Voadoras (aka House of Flying Daggers)
Uma decepção total. Sinceramente esperava muito mais desse filme, tá certo que as coreografias das lutas e o visual são excelentes, mas e dai? O filme é mais um dramalhão e um romance açucarado barato. Aquela velha história de uma busca de um amor impossível entre dois opostos. O filme concorre ao Oscar deste ano, mas não me lembro a categoria, mas sinceramente... Não vale a pena. O filme sofre da mesma doença de HERÓI (Hero), bonito por fora, mas vazio por dentro. Prefira os antigos da Shaw Brothers.

Volcano High - A Escola do Poder
Enquanto a China Video fica enrolando para lançar esse filme por aqui, meu amigo Maurício fez o grande favor de arrumar uma cópia desse filme legendado em português! (Valeu, cara!!!). Há alguns anos estava paquerando esse filme sul-coreano, mas tava enrolando também... Bom, enrolação por enrolação, esse filme tem muita enrolação também! Muito papo e menos ação do que esperava. Volcano High é uma escola que tem uma lenda de um pergaminho sagrado com super poderes, e quem consegui-lo será imbatível. O problema é que a escola é um antro dos mal encarados e uma guerra se sucede - incluindo os professores - na busca do tal poder. Com uma boa dose de humor e uma coreografia moderna, o filme pode agradar a fãs de MATRIX, por exemplo. Não deixa de ser um bom “sessão-da-tarde-quando-não-tem-nada-para-fazer”. Mas é só.

Jogos Mortais
Tinha muita expectativa sobre esse filme e posso, com toda tranquilidade, dizer que ele não me decepcionou. Exageros e falas desnecessárias à parte, que quebram um pouco seu ritmo, o filme consegue ser uma obra decente de se ver. É o típico filme com reviravoltas a cada minuto que te desnorteia e te joga em todas as direções rumo a um final brutal e triunfal. Não esperem um final alegre e patético do tipo “e viveram feliezes para sempre...”. Vejam só: tinha uma dondoca na cadeira da frente que disse: “Ué, mas acaba assim? Ah, não...”. Muito mal acostumadas essas pessoas. Eu adorei o final!!! A fotografia segue na linha do SEVEN, mas infelizmente os atores não têm o mesmo calibre. Também... Danny Glover ou Morgan Freeman? Nem se compara. Mas isso é um detalhe no mar de mortes brutais e de choques visuais que vão te derrubar! Vai nessa!

Depois tem mais. Assisti a outros filmes que minha esposa pegou na locadora, mas não me lembro quais forão... Isso geralmente acontece quando os filmes são zero à esquerda e que nem vale registrar na minha memória...

 Escrito por Bakemon às 10h39
[ ]



Atualização do acervo para trocas - fev/2005

Despois de mais de um mês sem atualizações, o acervo está com algumas novidades para este mês. Entre outras pedradas, os destaques ficam para o filme de Kiyoshi Kuroswa, DOPPELGANGER, um suspense sobrenatural que retoma a obscuridade de CURE e SEANCE; um filme que segue a onda do sucesso de JU-ON (O GRITO), JU-REI: THE UNCANNY. Para quem prefere algo mais light, temos a estréia de Kensaku Watanabe no longa REVÓLVER AMADO, além de JAM FILMS com 6 deliciosos curtas de diretores renomados como Ryuhei Kitamura e Shunji Iwai. Para quem busca filmes com ação e muita fantasia temos os tailandeses GARUDA, com um tipo de dragão voador que destroi tudo e o épico KHUNSUK. Chegou também o indicado ao Oscar deste ano CASA DAS ADAGAS VOADORAS e a aventura ZU: WARRIORS FROM THE MAGIC MOUNTAIN. Para o lado mais extremo temos o filme que inspirou Tarantino em KILL BILL, THRILLER A CRUEL PICTURE, um vingativo sexploitation sueco de primeira qualidade (aos desavisados: o filme inclui cenas de sexo explícito!). Para os da antiga recebemos mais 5 episódios do raríssimo e saudoso SAWAMU, O DEMOLIDOR além de séries japonesas para tosco nenhum botar defeito, como ROBOT KEIJI e DIAMOND EYE. Enfim, clique no link ao lado para conferir o nosso acervo para trocas por completo.

 Escrito por Bakemon às 09h51
[ ]



Nas madrugadas do SBT

As madrugadas do SBT têm se revelado excelentes opções para quem gosta de cinema. Semana retrasada já havia sido exibido ENIGMA DO OUTRO MUNDO. Já semana passada foi a vez de EXISTENZ (eXistenZ) [1999] do genial David Cronenberg. Felizmente a emissora tem sido mais pontual que o usual e as gravações programadas no video cassete funcionaram de maneira certeira (pelo menos dessa vez). No filme, vemos um Cronenberg bizarro e sinistro, absolutamente inspirado, e nos traz mais uma história macabra onde os homens são novamente de certa forma reféns de máquinas e da tecnologia, como em seu clássico VIDEODROME. Dessa vez é Allegra Geller (Jennifer Jason Leigh) uma programadora de videogames que inventa o eXisteZ, um console biomecânico feito de anfíbios mutantes (!!!) que se conecta à espinha dorsal para jogos envolvendo realidade virtual concebidos de acordo com a razão e a sensibilidade de cada jogador. Mas no futuro, as grandes corporações da área se rivalizam de tal forma que esses gênios inventores de jogos são cobiçados — vivos ou mortos. Allegra é uma delas e recebe a ajuda de Ted Pikul (Jude Law) para fujir. Durante a fuga, eles se conectam ao console para verificar se há algo registrado na memória do jogo para ver o que está havendo. Mas é aí que a coisa se complica. Qual é o mundo verdadeiro e qual o falso? Forma-se uma fina linha divisória onde esses dois mundos se confundem de tal forma que tudo parece uma só.
Infelizmente o filme não saiu em DVD/VHS por aqui. Então se você perdeu, só resta aguardar uma nova reprise. Fique atento.

 Escrito por Bakemon às 12h56
[ ]



O DESESPERO LEVADO AO EXTREMO

Quem nunca disse alguma vez “foda-se tudo!” e ver no que dá? Pois é... E é com essa filosofia levada ao extremo que se apresenta uma das obras mais absurdas do cinema japonês que já vi: ALL NIGHT LONG. Uma trilogia niilista que mostra que os homens são mais irracionais do que se pensa e que nos momentos de desespero ou de raiva, o homem pode superar qualquer sentimentalismo mais racional. Aqui falarei da primeira parte, que mostra três caras aparentemente diferentes entre si, mas que mostram ter mais semelhanças do que imaginavam. Um é um playboy que não quer nada da vida a não ser diversão e convida mais dois caras para uma festa em sua casa: um estudante nerd e um cara mais alinhado com a sociedade que sonha em ser engenheiro e ter uma família. O único requisito para a festa é que eles venham acompanhados de garotas. E por razões diversas nenhum deles consegue arrumar as garotas, levando os três ao desespero e o filme a uma absurda sequência sanguinária de assassinatos motivados simplesmente por um sentimento mixto de ódio, desespero e que a vida é uma merda. Esse é um filme que não cheira nem fede, um filme simplesmente para passar o tempo e fazer nos refletir até onde o homem pode ir com sua suposta racionalidade.

Numa época onde achar filmes interessantes nas locadoras brasileiras é como procurar agulha no palheiro, fica a dica do filme espanhol INTACTO. Acima da média, o filme traz a história de pessoas com um nível super elevado de sorte que se aventuram em apostas de jogos macabros e sinistros. O filme tem um roteiro eficiente que garante a tensão e o suspense até o final. Se você tiver a sorte de achar esse filme nas locadoras pode levar de “olhos fechados”.

Falando em filme espanhol, não posso deixar de falar mal de A SÉTIMA VÍTIMA (Darkness) do diretor espanhol Jaume Balangueró. Cara, o que falar de um filme de terror que mais se parece um drama barato sobre relacionamentos entre pais e filhos? Não acontece absolutamente nada no início do filme. Quando a coisa começa a esquentar, o filme desmorona para um daqueles filmes idiotas sobre o apocalipse e profecias envolvendo “o escolhido”. Blá... Blá... Blá...

 Escrito por Bakemon às 15h14
[ ]



[ ver mensagens anteriores ]